Tim Cook completa 5 anos como CEO da Apple e recebe mais de US$ 100 milhões

Por Redação | 24 de Agosto de 2016 às 13h49
Divulgação
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Tim Cook completa hoje, 24 de agosto, cinco anos no comando da Apple. Nesta data, em 2011, o cofundador da Maçã, Steve Jobs, anunciava sua saída do cargo de CEO e recomendava Tim Cook como seu substituto.

Ao atingir a marca de cinco anos à frente da empresa, Cook desbloqueou bonificações concedidas no valor de mais de US$ 100 milhões, quantia vinculada ao seu mandato e à performance da Apple sob sua liderança. Os bônus de Cook incluem 700 mil unidades de ações restritas (RSU) que foram liberadas hoje como parte de um pacote de compensação e soma-se à sua primeira parcela de 280 mil ações – de um total de 6 que serão concedidas até 2021. A combinação resulta em 980 mil ações e possui um valor aproximado de US$ 106,7 milhões, baseado no fechamento das ações de ontem (US$ 108,85 cada).

Tim Cook

Uma unidade de ação restrita (RSU) é uma forma de compensação avaliada em termos de ações da empresa, mas esses papéis não são emitidos no momento da concessão. Na verdade, o beneficiado só as recebe em uma data posterior e, geralmente, na condição de ainda estar trabalhando na empresa. Em 2013, Cook solicitou que sua bonificação fosse modificada para ele aderir a um sistema de compensação baseado no seu desempenho. Outras 280 mil RSU´s serão dadas a ele todo dia 24 de agosto até 2021, ano em que ele receberá mais 700 mil RSU de bônus.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O patrimônio líquido de Tim Cook, assumindo que ele permanecerá na companhia até a mesma data do ano 2021 e que atingirá todas as metas de performance definidas, é estimado em mais de US$ 500 milhões, baseado em suas ações e nas RSU´s programadas. Ele já prometeu doar a maior parte da sua riqueza para instituições de caridade, incluindo todas essas bonificações acionárias. Em maio de 2015, por exemplo, o CEO doou aproximadamente 50 mil ações da Apple, o que representava na cotação da época algo em torno de US$ 6,5 milhões para instituições beneficentes não reveladas.

Cook supervisionou o lançamento do Apple Watch, do MacBook Pro com tela Retina, do Mac Book Air de 12 polegadas, de vários modelos de iPhone e iPad, do aplicativo Apple Maps, do Apple Music, do Apple Pay, da assistente virtual Siri, e muitos outros produtos desde que assumiu a companhia em 2011. Em 2012, a Apple se tornou a empresa mais valiosa do mundo e mantém esse título até hoje. Desde que o CEO foi nomeado, as ações da empresa subiram mais de 132%, valendo aproximadamente US$ 108 na cotação de hoje.

Fonte: MacRumors

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.