Tim Cook acredita que realidade aumentada é mais promissora que a virtual

Por Redação | 14.09.2016 às 13:23

O CEO da Apple, Tim Cook, demonstrou em uma entrevista ao Good Morning America que foi ao ar na manhã desta quarta-feira, 14, ser mais fã da realidade aumentada do que da realidade virtual. Em seus comentários, Cook não exclui a possibilidade de trabalhar com realidade virtual, mas a fez soar como uma prioridade menor para a Apple.

"A minha opinião é que a realidade aumentada é, de longe, a maior das duas, pela capacidade que nos dá em nos tornarmos muito presentes uns com os outros, mesmo não estando no mesmo lugar, como também interagir com coisas que não estejam presentes", disse Cook.

Seu ponto de vista no que diz respeito à VR refere-se às suas aplicações, que são limitadas, enquanto headsets de realidade aumentada podem ser usados no dia-a-dia, permitindo maior interação entre as pessoas. "A realidade virtual pode envolver a pessoa em uma experiência que pode ser muito legal, mas, provavelmente, tem um interesse comercial inferior ao longo do tempo", acrescentou.

O executivo foi dando dicas sobre o interesse da Apple em realidade aumentada e virtual desde o início do ano. Em janeiro, o Financial Times informou que a Apple tem uma equipe secreta de funcionários que trabalham para desenvolver aplicações das duas tecnologias, incluindo fones de ouvido.

No entanto, não há nenhum cronograma claro para quando projetos da Apple de realidade aumentada ou virtual possam se materializar.

Fonte: The Verge