Tesla anuncia produção de Model 3 em julho e novas gigafábricas

Por Redação | 22.02.2017 às 19:53

Depois de bater recordes - para os padrões da empresa - de venda com o anúncio do "econômico" Model 3, a Tesla está prestes a começar a produção de seu novo carro elétrico. De acordo com a fabricante, a nova linha entrará em produção a partir de julho, e isso envolverá também a construção de novas fábricas para a companhia.

A empresa do excêntrico bilionário Elon Musk anunciou seus planos nesta quarta-feira (22) em um comunicado para falar de seus resultados em 2016. O plano da empresa é começar a manufatura do Model 3 em um número menor e gradualmente aumentar a produção para chegar a um total de 5 mil unidades fabricadas por semana ainda este ano.

De acordo com o Musk, em 2018 o plano é de acelerar ainda mais este ritmo de fabricação, chegando a 10 mil unidades fabricadas a cada semana.

No caso do Model 3, a Tesla tem um grande desafio pela frente, e isso envolve aumentar exponencialmente a sua capacidade de fabricação. Cerca de 400 mil pessoas se inscreveram no programa de pré-venda do carro, vendido a US$ 35 mil no ano passado. A companhia afirmou que as entregas começariam a partir do final de 2017. Quanto aos seus outros carros, o Model S e Model X, a montadora afirmou que entregará entre 47 mil a 50 mil unidades no primeiro semestre de 2017. No ano passado, foram entregues cerca de 76 mil veículos.

Musk afirmou que protótipos do Model 3 estão em testes de design e produção. "Os resultados iniciais foram positivos e estamos em planejamento para começar a produção em julho", destacou o executivo.

Para suportar a escalada em sua produção, a empresa anunciou investimentos para aumentar em até dez vezes a sua capacidade de manufatura. A empresa já colocou US$ bilhões na construção de sua "gigafábrica" no estado de Nevada, nos Estados Unidos. Além disso, a empresa comprou a SolarCity, fabricante especializada em baterias e sistemas de energia, de olho em outros mercados, como o de baterias residenciais. A planta da SolarCity, em Buffalo (estado de Nova York), se tornou a gigafábrica 2 da Tesla.

"A instalação de equipamentos de fabricação do Model 3 estão em andamento na gigafábrica 1, onde começamos a produção de baterias residenciais, que usam os mesmos modelos de célula que o Model 3", afirmou Musk.

De acordo com o executivo, ainda em 2017 a empresa já espera anunciar as localizações para as gigafábricas 3, 4 e 5, com gastos de até US$ 2,5 bilhões previstos para este ano fiscal.

Falando em ano fiscal, a companhia teve seu melhor ano em 2016, fechando as contas com uma receita de US$ 7 bilhões, crescimento acentuado em relação aos US$ 4 bilhões de 2015. Segundo Musk, a nova unidade de baterias foi um dos principais motores deste crescimento.

Fonte: Forbes