Tesla anuncia compra da SolarCity por US$ 2,6 bilhões

Por Redação | 01.08.2016 às 11:27

A Tesla Motors, fabricante de carros elétricos, anunciou aquisição da SolarCity por US$ 2,6 bilhões. A compra deverá ajudar a impulsionar os projetos da montadora relacionados à energia, tendo em vista que a SolarCity oferece aos consumidores painéis solares e também sistemas de armazenamento de bateria para casas e carros elétricos. O acordo consiste na fusão da empresa com a fabricante de veículos automotivos.

De acordo com o CEO da Tesla, Elon Musk, o processo faz parte da segunda fase do plano diretor da companhia, que envolve o desenvolvimento de soluções para gerar, armazenar e permitir o consumo de massa de energia solar. A SolarCity deverá ajudar a Tesla em seu dispositivo de armazenamento de energia solar, o Powerwall, e também na expansão das lojas de varejo da montadora. A empresa também deverá continuar a desenvolver mais produtos solares para seus clientes.

"A Tesla está se preparando para escalar os nossos produtos de armazenamento como o Powerwall e o Powerpack e a SolarCity está preparada para oferecer a próxima geração de soluções solares diferenciadas. Ao unir forças, podemos operar com mais eficiência e integrar plenamente os nossos produtos, oferecendo aos clientes uma experiência esteticamente bonita e simples", diz uma publicação da Telas em seu blog. Com a aquisição, a Tesla também espera diminuir os custos de hardware e de instalação e melhorar a eficiência de fabricação, acarretando em menor custo para seus clientes.

Cada acionista da SolarCity irá receber 0,110 ações da Tesla por cada ação que detém da SolarCity. Elon Musk deverá liderar a SolarCity e se tornar o principal acionista das duas empresas. O processo de aquisição está previsto para se encerrar no quarto trimestre de 2016. No entanto, a SolarCity tem o prazo de 45 dias para solicitar uma proposta alternativa. Ambas as empresas também esperam conseguir aprovação de seus acionistas e também de órgãos fiscais para concretizarem o negócio.

Via TNW, Tesla