Taxistas protestam contra o Uber no RJ e empresa oferece desconto de R$ 20

Por Redação | 01 de Abril de 2016 às 10h31
Divulgação
Tudo sobre

Uber

Desde a manhã desta sexta-feira (1º), dezenas de taxistas estão nas ruas do Rio de Janeiro protestando contra a operação do Uber na cidade.

Pelo menos quatro pontos na capital carioca estão sob protestos, incluindo Copacabana, São Cristóvão, Ilha do Governador e Barra da Tijuca, além de Niterói. A manifestação ocorre de maneira pacífica, mas durante alguns momentos os taxistas travaram o trânsito e bloquearam vias importantes da cidade, incluindo um dos acessos a Ilha do Governador que dá acesso ao Aeroporto Tom Jobim, o que fez com que passageiros se atrasassem e perdessem voos.

Os manifestantes também quase fecharam a Ponte Rio-Niterói, mas foram impedidos pela Polícia Rodoviária Federal. Em Copacabana, na Zona Sul, segundo a organização do movimento, cerca de 300 taxistas estavam concentrados ao logo da Avenida Atlântica, na faixa lateral junto à orla.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Os taxistas se mobilizaram pelo WhatsApp e, no decorrer do dia, prometem seguir em carreata rumo ao prédio da prefeitura, onde irão pedir para que o órgão proíba o aplicativo ou que pressione o judiciário para derrubar uma liminar que permite o funcionamento do app no município.

A liminar em questão foi emitida pela Justiça do Rio em outubro do ano passado. Na época, o prefeito Eduardo Paes sancionou o projeto de lei 122/2015, que determina multa para qualquer motorista não-autorizado caso seja pego em serviço. O Uber, por sua vez, recorreu na justiça e obteve a liminar que estipula multa de R$ 50 mil para qualquer órgão que impeça as atividades dos motoristas do app no Rio.

As principais reclamações dos taxistas são referentes à tarifa mais barata que a ferramenta cobra dos passageiros e do fato do Uber não arcar com as taxas e impostos que incidem sobre os táxis. Segundo Raphael Guedes, que é taxista há 18 anos, as manifestações contra o Uber começaram ainda na Semana Santa, quando ele e seus colegas registraram queda de 70% no movimento. "Estamos perdendo clientes para motoristas piratas", disse.

Dia de desconto

Em resposta às manifestações, a empresa anunciou que durante todo o dia haverá um desconto de R$ 20 para novas corridas, tanto no UberX quanto no UberBlack. A promoção só é válida se a viagem começar ou terminar em determinados pontos do Rio, e o abatimento pode ser aplicado apenas na primeira corrida efetuada pelo cliente.

Estes são os locais que vão permitir o desconto:

  • Estação de metrô General Osório (Ipanema)
  • Estação de metrô Sans Peña (Tijuca)
  • Estação de metrô Central do Brasil
  • Terminal Alvorada
  • Estação de trem de Madureira
  • Estação das barcas na Praça XV
  • Estação de Metrô Nova América
  • Estação de Metrô Pavuna
  • Estação das Barcas em Niterói
  • Terminal do BRT Santa Cruz
  • Terminal do BRT Campo Grande
  • Terminal do BRT Campo Grande
  • Terminal do BRT Ilha do Fundão
  • Terminal do BRT Taquara
  • Terminal do BRT Tanque
  • Terminal de Ônibus da Ribeira
  • Terminal de Ônibus do Terreirão – Recreio
  • Terminal de Ônibus Américo Ayres – Meier

De acordo com o Uber, o abatimento de R$ 20 valerá nestas regras:

  • Abra o aplicativo hoje (1 de abril de 2016)
  • Selecione entre as opções uberX e UberBLACK
  • Quando o endereço de início ou término da viagem for um dos locais acima, você ganhará R$ 20 de desconto.
  • O desconto será aplicado automaticamente para viagens que comecem OU terminem nos locais indicados acima.
  • Cada usuário tem direito a UMA viagem com desconto, no dia 1 de abril de 2016, entre 07h00 e 18h00.
  • O desconto é válido apenas para sexta-feira, 01/04/16

Fontes: Folha de São Paulo, G1 (1, 2), Uber

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.