Taxista confunde carro da PM com Uber e é preso após batida

Por Redação | 25 de Julho de 2016 às 18h55

Um taxista, que não teve a identidade divulgada, foi preso em Belo Horizonte na noite de domingo (24) após provocar uma colisão entre seu carro e um veículo da Polícia Militar. O motorista foi preso depois de confundir um carro do gabinete militar do Governo do Estado com um veículo semelhante aos usados por motoristas do aplicativo Uber. Um soldado e um major estavam descaracterizados no veículo oficial.

De acordo com os relatos da Polícia Militar, o taxista realizou manobras bruscas como maneira de intimidar o que para ele seria um motorista credenciado do Uber. Ao passar pelo bairro Cachoeirinha, na Avenida Antônio Carlos, o taxista ultrapassou o carro da Polícia Militar pela direita e freou bruscamente afim de provocar a batida em sua traseira. O soldado que dirigia o carro oficial evitou a batida traseira, mas acabou se chocando na lateral do táxi. Após o acidente, o causador da colisão fugiu pela via. Os policiais e mais uma equipe da PM iniciaram uma perseguição ao taxista.

Após outra colisão entre os carros envolvidos, os policiais conseguiram abordar o taxista e o prenderam. No táxi, os policiais encontraram uma pequena quantidade de maconha e o prenderam por dano, direção perigosa e posse de entorpecente. A carteira do taxista foi recolhida pelos policiais e o táxi rebocado para o pátio do Departamento de Trânsito de Minas Gerais.

Ricardo Faedda, presidente do Sindicato dos Taxistas de Belo Horizonte, pediu desculpas públicas à Polícia Militar pelo ocorrido. Segundo ele, essa não é a melhor maneira de lutar contra o que ele classifica como transporte clandestino. Esta não é a primeira vez que taxistas confundem carros oficiais com veículos utilizados pelo Uber. Há quase um ano, o motorista do deputado federal Laudívio Carvalho (PMDB-MG) acabou cercado por taxistas enquanto buscava o parlamentar na cidade de Nova Lima, MG.

Fonte: Terra

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.