Steve Wozniak: "Apple, Google e Facebook serão empresas ainda maiores em 2075"

Por Redação | 17 de Abril de 2017 às 13h47
photo_camera Divulgação

É difícil prever como uma empresa estará daqui a dez ou vinte anos, ou se ela irá sobreviver até lá. Só que, para Steve Wozniak, algumas das companhias mais influentes do mundo na atualidade não só serão capazes de continuar na ativa, como também estarão ainda maiores.

Durante um painel na Sillicon Valley Comic Con (SVCC), o cofundador da Apple discutiu com os visitantes sobre o futuro da humanidade e como estaremos em 2015. Em sua opinião, corporações muito valiosas, como Google, Facebook e a própria Maçã, continuarão. E há um motivo para Woz apostar nisso: ele acredita que essas entidades possuem tanto dinheiro que não importa o que aconteça nos próxios 58 anos; elas sempre poderão se reinventar para investir em qualquer coisa.

"A Apple estará por aí por bastante tempo, assim como a IBM (fundada em 1911). É só olhar quanto dinheiro ela tem guardado (US$ 246,1 bilhões, segundo o relatório do último trimestre fiscal). A Apple pode investir no que quiser. Seria ridículo não esperar que ela continue entre nós. O mesmo vale para Google e Facebook", comentou.

Colônias na Terra e Marte

Além de suas previsões para as empresas de tecnologia, Wozniak compartilhou sua visão de como os seres humanos viverão em quase 60 anos. De acordo com o executivo, os desertos podem se tornar um ambiente perfeito para a construção de novas metrópoles no futuro, com casas estruturadas dentro de grandes redomas. As pessoas usariam roupas especiais para passear por áreas mais áridas sem sofrerem as consequências do sol árido.

Falando nisso, os desertos terrestres não seriam os únicos lugares a receber esse tipo de instalação. Woz está certo de que, até 2075, ao menos uma colônia humana será erguida em Marte. Aqui, a Terra continuaria sendo o nosso lar, enquanto o planeta vermelho ganharia status de polo industrial. Contudo, Wozniak é categórico em dizer que dificilmente faremos contato com raças alienígenas nesse período. "Existe uma chance aleatória de contato. Vale a pena tentar, mas não tenho muitas expectativas", disse.

Sobre a inteligência artificial, Woz sugere ser inevitável evitar esse conceito, que estará cada vez mais presente em nosso dia a dia. "Como uma cena tirada de Minority Report, os usuários poderão interagir com paredes inteligentes e outras superfícies para fazer compras, se comunicar e entreter", explica. Para ele, o maior debate será sobre ética e moralidade, já que dispositivos tecnológicos serão capazes de conduzir diagnósticos que hoje somente médicos humanos podem fazer.

Por fim, Wozniak afirma que a tecnologia evolui tão rápido que chega a ser impossível saber o que irá acontecer. "Quem poderia prever a ascensão do Uber dez anos atrás? Ela (a tecnologia) tem mais poderes nas mãos que o Superman", concluiu.

Fonte: USA Today