Sony quer expandir produção de sensores para câmeras

Por Redação | 07 de Abril de 2015 às 12h23

O foco da Sony nos segmentos mais promissores é a maneira encontrada pelo CEO Kaz Hirai para recuperar a companhia, e também vai significar um investimento de mais de US$ 376 milhões na fabricação de sensores para câmeras digitais, de forma a suprir uma demanda cada vez maior dos fabricantes de smartphones, tablets e outros dispositivos portáteis.

De acordo com a companhia, em uma nova rodada de relatórios financeiros divulgados com o fim do primeiro trimestre de 2015, o setor tem hoje um faturamento equivalente aos de televisores ou telefones celulares da Sony. E a expectativa é que esse franco crescimento continue, uma vez que, apesar da saturação do setor em muitos mercados, até mesmo os celulares de baixo nível possuem câmeras – ou seja, por mais que os números acabem caindo, sempre vai existir demanda por esse tipo de componente.

Os investimentos serão aplicados pela Sony ao longo dos próximos três meses e, assim como já aconteceu no passado, serão direcionados a três unidades de produção localizadas no Japão. O objetivo final é a produção de 87 mil “wafers” mensais – como são chamados os dispositivos completos, que incluem sensores de captação de imagens, chips e vidros protetores – até setembro de 2016. Hoje, são 60 mil unidades fabricadas por mês.

Os movimentos fazem parte dos planos de Hirai para, daqui a três anos, retornar a empresa a seu antigo patamar de lucratividade. Após passar por problemas nos últimos anos, os acionistas da companhia promoveram o executivo para a posição de CEO, após seu trabalho de anos na divisão PlayStation, justamente a responsável por manter a companhia relevante no setor de tecnologia. Agora, a expectativa é que ele faça o mesmo com a Sony como um todo.

Esse processo de recuperação envolve investimentos em setores-chave, como os já citados video games e sensores de imagem, além de um enxugamento naqueles que, por mais tradicionais que sejam, não envolvem ganhos tão grandes assim, como é o caso das câmeras digitais. Rumores davam conta de que a Sony também estaria prestes a abandonar o segmento de smartphones, mas tais relatos não apenas foram refutados como deram de frente com o anúncio de que uma nova geração de aparelhos de médio e alto porte está em desenvolvimento pelas mãos da companhia.

Fonte: Reuters
Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.