Sony já vendeu mais de 40 milhões de unidades do PS4 — 17,7 milhões só em 2015

Por Redação | 28 de Abril de 2016 às 14h16
photo_camera Divulgação

A Sony divulgou nesta quinta-feira (28) seus resultados financeiros para o ano de 2015 e, sem nenhuma surpresa, a divisão PlayStation foi responsável por boa parte dos lucros da entidade. Na verdade, a companhia registrou um novo recorde de vendas do PS4, que teve 17,7 milhões de unidades comercializadas entre março do ano passado e 31 de março de 2016, quando terminou o ano fiscal da empresa.

O número é maior do que o total de aparelhos vendidos entre março de 2013 e março do ano seguinte, quando a entidade vendeu 14,8 milhões de unidades. Até o momento, o dispositivo já foi adquirido por mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo. Isso contribuiu para um aumento de 11,8% nas vendas da divisão de games da Sony e seus serviços online na PlayStation Network — esta, sozinha, arrecadou US$ 4,9 bilhões em vendas, mais dinheiro do que a Nintendo em 2015 (US$ 4,6 bilhões).

Ao todo, a divisão de games lucrou US$ 785 milhões em 2015. Segundo a Sony, esse crescimento tem acontecido graças a alguns fatores. Entre eles estão a redução nos custos das peças usadas na fabricação do PlayStation 4 e as vendas na PSN por meio do atual console, que, aos poucos, está reduzindo a quantidade de compras feitas usando o videogame da geração anterior (PS3).

A fabricante japonesa acredita que esses números tendem a aumentar a partir de outubro deste ano com a chegada do dispositivo de realidade virtual PlayStation VR. Além disso, a Sony aposta em seus títulos exclusivos, como o recém-lançado Ratchet & Clank, e Uncharted 4: A Thief's End, que chega às lojas em maio. Rumores indicam que a corporação lançará uma versão mais potente do PS4, o PlayStation Neo, o que poderia alavancar ainda mais as vendas da divisão de jogos eletrônicos.

As vendas do PS4 ao redor do globo têm surpreendido a Sony porque a empresa não esperava tamanho sucesso em tão pouco tempo. Para efeito de comparação, o Wii U, que chegou um ano antes do PS4, vendeu "apenas" 12,8 milhões de unidades — o Wii, por exemplo, vendeu 101 milhões de unidades nos seus sete anos de vida. A Microsoft não revela números oficiais das vendas do Xbox One, mas segundo um relatório da Electronic Arts de janeiro deste ano, o aparelho teve cerca de 20 milhões de unidades vendidas mundialmente.

Outros dispositivos

sony xperia x

Enquanto a divisão de games da Sony conquista bons índices de participação no mercado, o mesmo não se pode dizer da linha Xperia. No último ano fiscal, a divisão mobile da companhia registrou um prejuízo de US$ 544 milhões — que é 57,4% maior do que a empresa havia previsto um ano atrás —, e as vendas de smartphones caíram 20%, em comparação com 2014. A quantidade é menor do que o prejuízo operacional de 2015, mas a Sony declarou em seu relatório que adotou uma "decisão estratégica de não prosseguir [investindo na divisão] em larga escala, a fim de melhorar sua rentabilidade".

A unidade de dispositivos, que abrange sensores de imagens, baterias e suportes de gravação, também registrou uma queda bastante acentuada em vendas. Nesse setor, houve uma perda operacional de US$ 253 milhões. Já as vendas de câmeras e produtos de entretenimento para casa (como aparelhos de som) se mantiveram estáveis, mas com uma ligeira queda de 1,7% e 6,4%, respectivamente. Contudo, o lucro operacional dessas divisões melhorou, subindo para US$ 638 milhões e US$ 447 milhões.

No geral, a receita da Sony caiu 1,3%, para US$ 71,7 bilhões, mas o lucro líquido da companhia cresceu 666,7% (US$ 2,7 bilhões) e o lucro operacional 329% (US$ 2,6 bilhões). A empresa diz que a queda da receita foi causada principalmente pelo declínio nas vendas de smartphones, mas parcialmente compensada pela divisão PlayStation.

Fonte: Sony via The Verge, Ars Technica, DualShockers, IbiTimes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.