Software adicionou mais de US$ 1 trilhão ao PIB dos Estados Unidos em 2014

Por Redação | 01 de Novembro de 2016 às 15h37
photo_camera PBI2

Levando em conta os impactos diretos e indiretos do setor, a indústria de software respondeu por cerca de US$ 1,07 trilhão (aproximadamente R$ 3,45 trilhões) do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos em 2014, revelou um levantamento realizado pela organização global do setor de software BSA, divulgado nesta segunda-feira (31).

Com o resultado atingido, sozinho o setor representou 6% do PIB do país naquele ano, gerando US$ 475,3 bilhões em negócios diretos.

No mercado de trabalho, os números mostram que a indústria respondeu por 2,5 milhões de vagas diretas na economia do país – ou 9,8 milhões de posições, quando considerados também empregos indiretos criados.

Além disso, desenvolvedores de software nos EUA também receberam salários duas vezes mais altos do que o salário médio de todos os setores da economia americana reunidos, atingindo o valor anual de US$ 108.760,00.

“Os produtos e serviços oferecidos pelas empresas de software estão causando um imenso impacto positivo não só na economia e na qualidade de vida dos americanos, mas também de cidadãos de outros países como o Brasil”, afirmou o Country Manager da BSA para o Brasil, Antônio Eduardo Mendes da Silva.

A organização não divulgou dados consolidados para o ano de 2014 no Brasil, mas estimativas da Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) indicam que o setor de software cresceu 30,2% em 2015 em relação ao ano anterior no país, chegando a U$ 12,3 bilhões – tornando o Brasil o mercado que mais investiu em software na América Latina.

Fonte: BSA

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.