Serviço de streaming de vídeo da Amazon entra em guerra com a Netflix

Por Redação | 29 de Abril de 2016 às 08h26

A Amazon pretende investir pesado no conteúdo do seu serviço de streaming de vídeo para concorrer de igual para igual com a Netflix. Brian Olsavsky, executivo da Amazon, declarou nesta quinta-feira (28) que a companhia vai se engajar na concentração de ofertas, garantindo os melhores conteúdos para os seus clientes.

Uma das estratégias da gigante do varejo foi abrir o serviço para clientes que não são membros Prime, permitindo um funcionamento semelhante ao da Netflix, com assinaturas mensais para a exibição dos conteúdos. Antes da abertura, apenas os membros Prime tinham acesso ao Amazon Prime Video mediante o pagamento de uma taxa anual de US$ 99.

Em seu comunicado, Olsavsky não informou o quanto a companhia vai investir e nem exatamente onde o dinheiro será gasto, mas a expectativa é de que a verba seja utilizada na melhoria de seus conteúdos exclusivos. A principal razão para essa hipótese é decorrente de uma pesquisa feita com o público, que afirmou acreditar que os conteúdos da Netflix e da HBO superam os da Amazon.

De acordo com os números, 29% dos usuários consideram o conteúdo da Netflix melhor. Em segundo lugar aparecem as produções da HBO, com 18%. Já a Amazon, apesar de ocupar o terceiro lugar, apresenta uma porcentagem bem abaixo, apenas 5%.

Confira o gráfico.

Gráfico Streaming de vídeo

Fonte: Business Insider

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.