Seeds For The Future | Programa de intercâmbio da Huawei envia jovens à China

Por Natalie Rosa | 04 de Julho de 2019 às 23h20
Divulgação
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

A Huawei tem com um programa de intercâmbio estudantil desde 2015 chamado Seed for the Future, que incentiva a futura geração no estímulo de novas ideias, serviços, produtos e soluções digitais. O objetivo do projeto é desenvolver talentos locais e promover o interesse dos jovens no setor de TIC, encorajando a participação e construção das comunidades digitais em todo o mundo.

Alunos universitários que se destacarem são selecionados pela Huawei e vijam à China por um período de 15 dias. No Brasil, 10 estudantes foram escolhidos para o intercâmbio neste ano:

  • João Marco de Paula (Recife-PE);
  • Davi Carlos da Silva (Curitiba-PR);
  • Letícia de Oliveira Silva (São Paulo-SP);
  • Fernando Lucas Garzoni (Cuiabá-MT);
  • Yargo Tessaro (São Bernardo-SP)
  • Paloma Rodrigues Rocha (Embu-SP);
  • Arthur Fender Bucker (São Paulo-SP);
  • João Pedro Tambasco Calazans (Volta Redonda-RJ);
  • Moisés Machado Bitencourt (Pouso Alegre-MG)
  • Rodolfo Ávila de Carvalho (Palmas-TO).

O presidente da Huawei Brasil, Yao Wei, acredita que investir na capacitação da mão de obra para o setor de TIC no Brasil é de extrema importância. "O profissional do futuro precisa ser multidisciplinar, multicultural e ter capacidade de adaptação rápida, características trabalhadas pelo Seeds for the Future. Não é à toa que o nome escolhido para o programa é 'Semente para o amanhã'", conta o executivo.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Reprodução: Huawei

A Huawei faz a seleção anual dos participantes com colaboração das universidades e instituições brasileiras parceiras, o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), a Universidade do Norte do Paraná (Unopar), a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), a Universidade de São Paulo (USP) e a Kroton Educacional.

Mais de 20 mil estudantes de 96 países já foram capacitados com o programa, sendo cerca de 100 deles brasileiros.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.