Scanner cerebral indica eficácia de tratamentos para transtornos de ansiedade

Por Redação | 14 de Agosto de 2015 às 11h08

Transtornos de ansiedade generalizada são problemas comuns que atingem uma grande parcela da população mundial. Viver sob pressão constante e lidar com preocupações exageradas são as principais causas de um dos transtornos mais predominantes da nossa geração. De acordo com pesquisadores do MIT, o Instituto de Tecnologia do Massachusetts, há uma nova forma de descobrir a eficácia da terapia cognitivo-comportamental para tratar esse tipo de problema.

Eles reuniram 38 pacientes com crises frequentes de ansiedade para que um scanner cerebral registrasse todas as atividades de seus cérebros. Do número total de pessoas, cerca de 80% teriam sucesso ao fazer a terapia cognitivo-comportamental. Para a realização dos testes, os profissionais capturaram imagens do sistema nervoso dos pacientes em estado de repouso justamente para que fosse possível executar o procedimento de análise de forma fiável e em pouco tempo.

"A escolha da terapia é como uma roda com diversas possibilidades. Esperamos que o scanner cerebral ajude o profissional a fornecer o tratamento mais eficiente", disse Susan Whitfield-Gabrieli, pesquisadora científica do McGovern Institute for Brain Research do MIT. A ideia é utilizar o potencial da ferramenta concebida pelo instituto para ajudar o médico a selecionar os melhores tratamentos às pessoas que sofrem com transtornos de ansiedade.

A disponibilidade do scanner certamente poderá fazer com que hospitais poupem dinheiro, tempo e recursos de saúde, visto que o paciente será encaminhado diretamente ao método mais confiável.

Via: MIT