Samsung vai fabricar processadores Snapdragon 820 para a Qualcomm

Por Redação | 14 de Janeiro de 2016 às 08h48

A Samsung anunciou na noite desta quarta-feira (13) que ficará encarregada da produção em massa de chips que usarão a tecnologia de 14 nanômetros, que por sua vez vai equipar tanto a linha de processadores da própria Samsung, o Exynos 8 Octa, quanto a da rival Qualcomm, o Snapdragon 820.

Embora pareça estranho duas concorrentes se unirem desta forma, faz todo o sentido a Qualcomm ter escolhido a Samsung para firmar uma parceria na produção do novo Snapdragon. A companhia enfrentou em 2015 um dos seus piores anos após um de seus principais lançamentos, o Snapdragon 810, enfrentar vários problemas. Um deles foi o superaquecimento repentino do processador nos aparelhos top de linha da família Android, o que fez com que várias entidades repensassem se valia ou não equipar seus dispositivos correndo esse risco.

A própria Samsung deixou de utilizar o chip da Qualcomm para apostar no Exynos em seus smartphones mais avançados, como os Galaxy S6 e S6 Edge. O desempenho dos chips foi bastante elogiado pela imprensa especializada e tornou a divisão de negócios uma das mais rentáveis para a gigante sul-coreana no ano passado. Lembrando que o setor de negócios da Samsung não está diretamente associado ao segmento de celulares e processadores da empresa - funciona mais como uma divisão à parte que também tem parceria na fabricação de chips para outras corporações, entre elas a Apple e seu iPhone.

Além disso, o Re/Code reportou há pouco menos de um ano que a Qualcomm já estudava se unir à Samsung na produção de seus novos chips justamente para tentar aumentar sua participação no mercado. Por conta disso, é bem provável que o Snapdragon 820 seja equipado não apenas nos aparelhos de outras fabricantes, mas também nos novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge. Inclusive, há um rumor de que o novo Snapdragon será exclusivo da Samsung até abril deste ano, data especulada para que esses dispositivos comecem a ser vendidos.

Anunciado em 2015, o Snapdragon 820 deve ser amplamente utilizado nos smartphones high-end equipados com sistema operacional Android lançados pelos próximos dois anos. Entre suas principais características estão o dobro de eficiência em comparação com o Snapdragon 810, modem integrado mais rápido e melhor duração de bateria. A Qualcomm também afirma que, graças a GPU Adreno 530 na arquitetura do novo processador, será possível obter gráficos 40% melhores, além de suporte para câmeras acima dos 28 megapixels.

Fonte: Samsung via The Verge

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.