Samsung quer bater recordes de vendas com o Galaxy S6

Por Redação | 09 de Abril de 2015 às 13h37
photo_camera Divulgação

Saindo de um relativo fracasso com o Galaxy S5, a Samsung quer, agora, ver seu recorde de vendas sendo batido com o sucessor do smartphone de topo de linha, que está prestes a chegar ao mercado. A expectativa, de acordo com analistas de mercado, é de 50 milhões de unidades vendidas de um celular que, segundo o co-CEO da fabricante, JK Shin, é o melhor já lançado por ela.

O Galaxy S6 chegará às lojas em duas versões, uma comum, e a Edge, que tem tela curvada até as laterais para exibição de informações adicionais e atalhos. O foco, aqui, é nos públicos de alto padrão, além de uma oferta premium. Mais do que isso, os celulares trazem mudanças profundas no design de forma a afastar a sensação de “mais do mesmo” que dificultou a vida do antecessor no mercado.

Apesar de estar comemorando o que é uma expectativa grandiosa para uma companhia que, há menos de um ano, lutava contra as dificuldades, Shin admitiu que existe um lado negativo nessa procura toda, principalmente no que toca o Galaxy S6 Edge. De acordo com ele, existem sim problemas de fabricação com o aparelho de tela curva, que pode acabar chegando ao mercado com menos unidades do que o esperado inicialmente.

O problema, segundo ele, está na combinação necessária para que um dispositivo desse tipo exista. De acordo com o executivo, não é nada fácil fabricar um produto que tem um display que se estende até as laterais do corpo do aparelho, com componentes internos altamente especializados e uma carcaça de alumínio que seja resistente a quedas e choques. Esse último aspecto, inclusive, aparece em resposta aos recentes rumores de que o Galaxy S6, assim como seu principal rival, o iPhone, poderia entortar caso fosse submetido a pressões.

Mesmo assim, um esgotamento parece não estar nos planos da Samsung, que diz estar intensificando o trabalho em seus parceiros de fabricação para garantir uma oferta que esteja de acordo com a demanda. Ainda assim, Shin aproveitou para pedir paciência aos usuários ávidos pelas novidades tecnológicas, já que uma falta dos dispositivos nas lojas internacionais pode acabar acontecendo, mesmo que ela dure apenas algumas semanas.

O Samsung Galaxy S6 começa a ser vendido em alguns territórios nesta sexta-feira (10). No Brasil, o aparelho tem chegada marcada para o dia 14 de abril. Os preços para este lado do mundo, porém, ainda não foram divulgados.

Fonte: ZDNet

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.