Samsung lança novos chips para alavancar a criação de dispositivos conectados

Por Redação | 13.05.2015 às 12:41

A Samsung anunciou nesta terça-feira (12) uma nova série de chips chamada Artik. A novidade promete ser tão poderosa quanto os processadores encontrados em computadores, mas está destinada à conectar apenas objetos do nosso cotidiano e ajudar a impulsionar a Internet das Coisas.

A plataforma de hardware será uma série diversificada de System-on-a-chip (SoC) que integra os padrões de frequência de rádio mais populares em um único componente, tornando mais fácil para os engenheiros de hardware criar gadgets que conversem com outros gadgets.

Basicamente, um SoC integra todos os principais componentes de um computador em um único chip, incluindo memória, sensores, acelerômetro e giroscópio, e crucialmente, funções de frequência de rádio. Atualmente, o SoC mais conhecido da Samsung é o Exynos, um poderoso chip baseado em ARM encontrado principalmente na linha Galaxy de smartphones.

A linha Artik é composta por três tamanhos diferentes, que a Samsung está chamando de Artik 1, 5 e 10. O primeiro é o menor de todos, medindo apenas 12 mm por 12 mm, e, de acordo com a sul-coreana, terá uma bateria capaz de durar "várias semanas". Ele ainda possui Bluetooth LE, um acelerômetro, um sensor de movimento de 9 eixos, um giroscópio, um magnetômetro e custará menos de US$ 10. A companhia sul-coreana prevê que as empresas utilizem o recurso de Bluetooth para serviços como beacons e wearables.

Samsung Artik

Artik 1 (Imagem: Reprodução / The Verge)

O Artik 5 é um pouco maior, quase do tamanho de um cartão SD, e funciona como um pequeno computador. Além disso, conta com Wi-Fi, wireless padrão ZigBee e decodificador de vídeo de 720p embutido. Um bom uso para o Artik 5 seria em drones.

Por fim, o Artik 10 traz os recursos de um computador completo para um pequeno chip e será vendido por cerca de US$ 100. Ele oferece maior espaço de armazenamento, decodificação de vídeo de 1080p e um processador octa-core de 1,3 GHz – especificações que podem ser úteis para media hubs, servidores domésticos e dispositivos pessoais de armazenamento em nuvem. "Isso é o que você encontra em nossos smartphones", disse o presidente da Samsung e diretor de estratégia Young Sohn sobre o modelo topo de linha.

Samsung Artik

Samsung Artik 10 (Imagem: Reprodução / The Verge)

A Samsung já liberou o Artik para os desenvolvedores, mas alguns já estavam utilizando os chips da linha para testes. Um dos primeiros a usar um Artik foi a Boogio, uma empresa que fabrica módulos de rastreamento de movimento para sapatos. O CEO da companhia, Jose Torres, disse que ele teve acesso ao hardware da Samsung há cerca de seis meses. A empresa de hardware open source Arduino e a Temboo também disseram que estão fazendo suas plataformas trabalharem com o Artik.