Samsung Galaxy S7 pode chegar com tela ainda maior e USB-C

Por Redação | 06 de Novembro de 2015 às 14h48

2015 ainda tem pouco menos de dois meses de vida, e o mercado de celular já está de olho em 2016. E como acontece todo ano, o aparelho que abre a leva de dispositivos de alto padrão é o Samsung Galaxy, que em sua versão S7, deve continuar a investir em diferenciais que o tornem “premium” e o deixem à frente da concorrência. De acordo com os rumores mais recentes, isso se traduz principalmente em uma tela maior e corpo reforçado, com liga de magnésio sob vidro.

Mas vamos por partes. De acordo com os boatos que estão correndo a indústria, a Samsung estaria prestes a adotar uma estratégia semelhante à da Apple, investindo em dois modelos diferentes do Galaxy S7, para públicos variados. Enquanto a versão padrão terá a tela convencional, com 5,2 polegadas, uma edição mais robusta chegará com display curvo, como nas versões Edge, e 5,7 polegadas, já chegando ao campo dos phablets.

Outra novidade do ponto de vista “premium” é a utilização da liga de magnésio sob vidro no corpo dessa versão com tela maior. Isso não apenas vai garantir um design mais bonito e arrojado para o produto, como também aumenta sua durabilidade e resistência a quedas. Isso, claro, tem um preço, que não deve ser baixo, como as versões mais recentes do Samsung Galaxy já demonstraram. Mas não é como se os aficionados por tecnologia estivessem indispostos a pagar por isso.

Outros rumores apontam para a presença de um conector USB-C reversível, seguindo outro padrão da indústria. A porta deve estar presente na maioria dos dispositivos lançados a partir do ano que vem, e pouco a pouco, caminha para se tornar uma norma no mercado, não apenas por sua facilidade, mas também por características como a maior taxa de transmissão de dados e energia, gerando transferências de arquivos e recarregamentos mais velozes.

Existem também os boatos que colocam a Samsung ainda mais próxima da Apple em termos de funções. Rumores apontam que o Galaxy S7 também deve contar com uma tela capaz de detectar a pressão dos toques feitos pelo usuário, abrindo novos atalhos de usabilidade, de forma semelhante ao Force Touch. A diferença é que, aqui, estamos falando do Android, um sistema aberto e que permite aos desenvolvedores criarem muito mais com essa funcionalidade.

Por fim, existem os boatos em termos de hardware, como as novas versões do processador Exynos e também a possibilidade de uso de versões customizadas do Snapdragon. Aqui, porém, vale lembrar as recentes informações não confirmadas de que a Qualcomm estaria, novamente, enfrentando os problemas de superaquecimento que dificultaram sua vida na geração passada. A diferença é que, desta vez, a Samsung estaria trabalhando lado a lado com a fornecedora, não apenas para garantir que tudo funcione bem, mas também por ser a responsável pelo processo de manufatura dos chips.

Claro, nada disso está confirmado, e ainda faltam alguns meses para que o Samsung Galaxy S7 veja a luz do dia. A expectativa, como sempre, é de que o aparelho seja anunciado durante a CES 2016, que acontece em Las Vegas, nos Estados Unidos, entre os dias 6 e 9 de janeiro. O lançamento, então, acontece alguns meses depois.

Fonte: Phone Arena

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!