Samsung explicará explosões do Note 7 até o fim do ano

Por Redação | 01 de Dezembro de 2016 às 09h24

Enquanto a maioria das pessoas já estão seguindo adiante com suas vidas, já com smartphones novos, parece que a Samsung ainda precisa superar o "trauma" ocorrido com as explosões que causaram o recall e suspensão da venda e produção do Galaxy Note 7. Para isso, a companhia anunciou que até o final do ano ela lançará um comunicado oficial para explicar as razões para os defeitos de seu phablet.

A informação vem de fontes sul-coreanas ligadas à fabricante, que dizem que o comunicado tratará dos resultados das investigações conduzidas pela Samsung, juntamente com autoridades de segurança na Coreia do Sul e Estados Unidos.

Até o momento, poucos detalhes são sabidos sobre os incidentes com o aparelho, apenas indicando que eles foram ocasionados por problemas na bateria do dispositivo. Isso já tinha sido identificado antes do primeiro recall do Note 7, quando as baterias foram substituídas por outras fabricadas em diferentes fornecedores.

Entretanto, isto não resolveu o defeito e acabou resultando no recolhimento total dos Note 7 enviados ao mercado, que foram cerca de 4,3 milhões de unidades.

Desde então, a Samsung trabalha para recuperar sua confiança entre os consumidores. Executivos da marca se pronunciaram em video e texto para dar satisfações aos consumidores, assim como ações promocionais de descontos em outros aparelhos, incluindo o Galaxy S8, que ainda vai ser lançado, foram prometidas.

Parece que as medidas deixaram a fabricante asiática em uma situação favorável com o público, já que pesquisas apontaram que a maioria deles não vêem problemas em comprar outro dispositivo Samsung no futuro. Agora é esperar pelo S8, que a empresa está apostando todas as suas fichas para recuperar sua presença e prestígio no mercado.

Fonte: Techtimes