Samsung é processada por Galaxy Note7 explosivo nos Estados Unidos

Por Sérgio Oliveira | 19.09.2016 às 06:42

A vida da Samsung não está fácil. Não bastasse o Galaxy Note7 explodindo a torta e a direita mundo afora, a empresa agora terá de lidar com processos judiciais de usuários afetados pelos problemas do aparelho.

Na sexta-feira (16), Jonathan Strobel entrou com uma ação judicial contra a fabricante sul-coreana após seu Galaxy Note7 ter explodido em seu bolso. O fato ocorreu no dia 9 de setembro e provocou uma queimadura de segundo grau na coxa direita e outra no polegar esquerdo de Strobel, que tentava tirar o phablet do bolso. Segundo ele, o gadget começou a esquentar repentinamente e poucos segundos depois simplesmente estourou em seu bolso.

Em sua ação, aceita pelo tribunal de Palm Beach, na Florida (EUA), a vítima da explosão pede indenização para cobrir o salário perdido e contas de hospital, além da dor, sofrimento e outros danos não relatados.

Embora a Samsung tenha alertado os usuários sobre os problemas no Galaxy Note7 e pedido que eles deixem de utilizar o aparelho imediatamente, o caso de Strobel ocorreu antes disso tudo - para ser mais exato, cerca de uma semana antes do primeiro pronunciamento oficial da fabricante sobre isso. Contada pela Reuters, a Samsung não comentou a ação do usuário norte-americano.

Via Reuters