Samsung deve fornecer 100 milhões de telas OLED para a Apple

Por Redação | 15 de Abril de 2016 às 09h24
TUDO SOBRE

Samsung

Há algum tempo tem se especulado que a Apple estaria negociando com sua rival Samsung para a produção de telas OLED para as próximas gerações do iPhone. Os últimos relatórios sobre o assunto mostram que a companhia sul-coreana estaria analisando a possibilidade de fornecer 100 milhões de telas para a rival anualmente. Um dos relatórios mostra que a Samsung assinou um contrato de US$ 2,6 bilhões para oferecer telas de 5 polegadas a partir do segundo trimestre de 2017, por um período de três anos.

O volume negociado certamente irá cobrir as vendas de iPhones em todo o mundo nos próximos anos, segundo o que espera a Apple. No entanto, outros relatórios sugerem que a Maçã estaria resistente em fechar o acordo com sua rival asiática. As telas não seriam o único componente que a Apple utiliza da Samsung para projetar o iPhone — a empresa já utiliza chips de memória da empresa asiática em seus iPhones.

Como parte do acordo, a Samsung deverá expandir a atual linha de produção de sua fábrica localizada em Asan, sul da província de Chungcheong, Coreia do Sul. A produção deverá aumentar de 15 mil para 30 mil telas por mês, a partir de um investimento estimado em US$ 8,7 bilhões. Informações anteriores indicam que a Apple se ofereceu para bancar parte da expansão nas instalações.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No final do ano passado, fontes anônimas indicavam que tanto a LG como a Samsung estavam negociando para oferecerem juntas telas OLED flexíveis para iPhones. Um acordo com a empresa de Cupertino certamente irá resultar em enorme demanda e impulsionar ainda mais os ganhos da Samsung no setor de vídeo. Já para a Apple, as telas OLED trariam o iPhone ao mesmo patamar de qualidade de outros concorrentes que já utilizam a tecnologia em seus smartphones.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.