Samsung deixará de fornecer chips para os próximos iPhones

Por Redação | 19 de Julho de 2016 às 06h49

A Samsung pode estar comemorando sua liderança no mercado de smartphones, tirando o trono da Apple nos Estados Unidos, mas a “briga” está só começando: de acordo com o periódico chinês Economic Daily News, a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) será a única fornecedora dos chips A11 para a Maçã a partir do ano que vem, além de ficar com a exclusividade do processador A10 que constará no iPhone 7 a ser lançado em setembro deste ano.

É isso mesmo: a Samsung não fornecerá mais nenhum componente para a fabricação dos futuros iPhones e não será beneficiada de forma alguma caso a Apple consiga alavancar suas vendas com os lançamentos em comemoração aos 10 anos de seu dispositivo móvel que mudou os rumos da telefonia celular em 2007, ano em que foi lançado.

Além da concorrência acirrada entre a companhia de Cupertino e a fabricante sul-coreana, outro motivo para a Apple preferir os chips da TSMC para o iPhone 8 (que será lançado em 2017) teria sido seu custo-benefício mais atrativo em comparação ao que a Samsung vinha oferecendo. Parece também que a arquitetura adotada pela TSMC na construção de seus chips permitiria produzir peças menores, mais leves e mais eficientes energeticamente falando.

De acordo com rumores, o iPhone 7 chegará ao mercado contando com o processador A10, uma câmera aprimorada, um novo botão “Home” e sem a tradicional entrada P2 para fones de ouvido. Já o iPhone 8 deverá vir em um design remodelado sem o botão “Home” físico, tela AMOLED e estrutura inteiriça em vidro.

Fonte: BGR