Samsung começa a produzir o Exynos 8895, chip de 10nm que equipará o Galaxy S8

Por Redação | 17 de Outubro de 2016 às 07h49

A Samsung anunciou nesta segunda-feira (17) que começou a produção em massa do Exynos 8895, o primeiro chip mobile do mundo a utilizar a tecnologia de 10 nanômetros.

O processo envolve a utilização de avançada estrutura de transistores em 3D e melhorias de design que, juntas, farão com que o novo SoC entregue 27% mais desempenho consumindo 40% menos energia. "Isso demonstra nossa liderança no emprego de tecnologias de processo avançadas", destacou Jong Shik Yoon, vice-presidente da Samsung Electronics.

Em comunicado oficial, a companhia também disse que os novos chips serão empregados em um "novo dispositivo" no início do ano que vem. Embora não tenha especificado qual dispositivo é esse, é altamente provável que ela esteja falando do Galaxy S8. Após o fiasco do Galaxy Note7, o smartphone é o próximo topo de linha na agenda da fabricante e, como acontece com toda a linha "S", seu anúncio está previsto para ser feito durante o Mobile World Congress, em fevereiro. Rumores, entretanto, dão conta que ele pode ser antecipado.

Outros boatos dão conta de que o flagship virá em duas variantes diferentes: uma equipada com Snapdragon 830, lançada com exclusividade nos Estados Unidos, e outra com o Exynos 8895, destinada ao restante do mundo. Tal decisão teria sido tomada depois da recente reaproximação das empresas, o que resultou na Samsung prolongando seu comprometimento em fabricar os SoCs da Qualcomm.

Boatos a parte, o que se sabe de concreto é que os novos chips chegarão ao mercado no começo do ano que vem e equipará outros dispositivos ao longo de todo o 2017. Assim como o Galaxy S8, a expectativa é que o chip ajude a Samsung a superar as amargas previsões de US$ 5 bilhões em perdas e encolhimento de 66% de seus lucros após o fiasco que foi o Note7. Será que eles conseguem?

Via Business Wire

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.