Samsung adia data de relançamento do Galaxy Note7

Por Redação | 26 de Setembro de 2016 às 06h45

Em mais um exemplo de que as coisas não estão fáceis para a Samsung, a empresa anunciou neste domingo (25) o adiamento do reinício das vendas do Galaxy Note7. Prevista inicialmente para esta quarta-feira, 28, a retomada da comercialização do phablet foi empurrada para o dia 1º de outubro.

Desde o dia 2 de setembro que a fabricante sul-coreana suspendeu as vendas do aparelho nos países em que foi lançado e freou a chegada dele em várias localidades, incluindo o Brasil. A decisão foi tomada após vários relatos de que o dispositivo estaria superaquecendo e pegando fogo. Embora tenha pedido para as pessoas pararem de usar o telefone, o que vimos durante todo este mês de setembro foi um aumento na quantidade de incidentes - como o de um rapaz que teve seu carro incendiado após a explosão do gadget.

Tantos problemas fez a firma sul-coreana anunciar um programa de recall para trocar cerca de 2,5 milhões de Note7 defeituosos. Estima-se que o gasto total para substituição dos aparelhos chegue a cerca de US$ 1 bilhão.

O adiamento da retomada das vendas acontece poucos dias após relatos de que os Note7 que substituíram os defeituosos também estariam apresentando problemas. A um canal de TV da Coreia do Sul, vários usuários disseram que seus novos Note7 continuam superaquecendo e perdendo 1% de carga por segundo.

A Samsung reconheceu o problema e disse que dará início a "investigações detalhadas" para ver o que está acontecendo.

Via BBC

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.