Samsung abre suas fábricas para inspeção, após casos de doenças em trabalhadores

Por Redação | 12.01.2016 às 14:48

A gigante sul-coreana Samsung concordou em abrir suas fábricas de semicondutores para inspeção na tentativa de resolver uma longa disputa judicial envolvendo trabalhadores e suas famílias que culpam a empresa de utilizar produtos químicos em processos de fabricação. Isso, segundo as famílias, estaria causando doenças, incluindo leucemia.

A Samsung disse nesta terça-feira (12) que dois grupos, o Comitê de Familiares e os Defensores da Saúde e Direitos na Indústria de Semicondutores (SHARPS), concordaram em criar uma comissão independente que irá inspecionar instalações da Samsung e sugerir melhorias. A empresa prometeu implementar as melhorias propostas pelo grupo. Com isso, a Samsung descreveu o acordo como uma "solução definitiva". A companhia anunciou em julho do ano passado um fundo de US$ 83 milhões que seria utilizado para apoiar os trabalhadores doentes e suas famílias.

Mais de 150 pessoas se candidataram para o programa de apoio, das quais 100 aceitaram ajuda financeira, afirmou a Samsung. "Junto com a ajuda financeira, cada destinatário recebeu uma mensagem direta do CEO da Samsung", disse a empresa. A influência das fábricas de semicondutores da Samsung na doença de alguns trabalhadores ficaram sob suspeita após a morte de um ex-funcionário em 2007, devido à leucemia.

Em agosto do ano passado, a Samsung reconheceu que alguns dos funcionários de suas fábricas de semicondutores haviam desenvolvido doenças que eram difíceis de tratar. No entanto, a empresa disse que não há associação comprovada entre as condições de trabalho nas fábricas da empresa e as doenças dos trabalhadores. "Embora respeitamos as decisões do Tribunal Administrativo de Seul, é importante notar que o Tribunal reconheceu que não existe uma correlação comprovada cientificamente entre ambiente de trabalho e doença empregada", afirmou a empresa.

Em 2014, a Samsung disse em resposta aos trabalhadores e suas famílias que poderia ter sido mais diligente em atender as dores de ex-funcionários e das famílias. "Nós lamentamos que não tenha sido encontrada uma solução para esta questão delicada em tempo hábil, e gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para expressar as nossas sinceras desculpas às pessoas afetadas", disse.

Via PCWorld

Fonte: http://www.pcworld.com/article/3021262/samsung-opens-semiconductor-factories-to-inspection-over-workers-illness.html#tk.rss_all