Salesforce amplia parceria com Amazon Web Services para aumentar presença global

Por Redação | 26 de Maio de 2016 às 12h00

A Salesforce anunciou nesta quarta-feira (25) que está aumentando sua parceria com a Amazon Web Services por migrar vários de seus serviços para a infraestrutura de nuvem pública da empresa norte-americana. O acordo deve ajudar a Salesforce a expandir sua presença internacional sem que seja necessário construir seus próprios centros de dados em países que tem leis de soberania de dados, onde é exigido que as empresas permaneçam com seus dados no país.

A estratégia da Salesforce inclui trazer ferramentas importantes do portfólio da empresa para a AWS, como Analytics Cloud, Community Cloud, App Cloud, Service Cloud e Sales Cloud. Algumas tecnologias da fabricante de CRM já utiliam a IaaS da Amazon Web Services, como é o caso do Marketing Cloud Social Studio, Salesforce IQ, Heroku e IoT Cloud.

O CEO da Salesforce, Marc Benioff, elogiou o serviço da parceria, afirmando que "não há provedor de infraestrutura de nuvem pública que seja mais sofisticado ou tenha capacidades corporativas mais robustas para suportar as necessidades de nossa crescente base de clientes globais" como a AWS. "Ficamos animados com a escolha e vamos ajudá-los a ganhar escala e adicionar novos serviços", declarou o CEO da AWS, Andy Jassy.

Apesar de decidir estreitar sua relação com a AWS, vale lembrar que a Salesforce também é parceira da Microsoft. No entanto, com a possibilidade de expansão graças a aliança com a AWS, a Salesforce estará em condições de competir com a Oracle e com a própria Microsoft no exterior. Além disso, a parceria contribuirá para que a empresa de soluções corporativas não fique dependente de apenas um único fornecedor.

Conforme as empresas tem demonstrado recentemente, vivenciamos uma tendência no aumento de parcerias entre grandes empresas, que ao mesmo tempo estão competindo e cooperando entre si. Na semana passada, por exemplo, a SAP anunciou uma parceria mais profunda de cloud computing com a Microsoft. Como o CEO da Microsoft declarou, nenhuma plataforma pode mais ficar sozinha, visto que os clientes estão exigindo interoperabilidade.

Fonte: TechCrunch

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.