ResearchKit: Apple libera plataforma para desenvolvedores e médicos

Por Redação | 16.04.2015 às 09:32

A Apple disponibilizou a plataforma ResearchKit para que desenvolvedores e pesquisadores possam aperfeiçoar ainda mais seus conhecimentos sobre doenças e condições especiais dos pacientes, como mal de Parkinson e diabetes, por exemplo.

O ResearchKit foi anunciado pela companhia em março e tem a função de coletar dados importantes dos pacientes com a ajuda de um iPhone. As pessoas que desejam participar de pesquisas e estudos clínicos são avaliadas pelos médicos com a tecnologia, cujo principal objetivo é levar mais saúde para as pessoas, oferecendo o melhor tratamento possível para as suas necessidades.

De acordo com a companhia da Maçã, já são mais de 60 mil usuários de iPhone matriculados no programa e, agora, com a novidade, qualquer pessoa que queira fazer parte do ResearchKit pode integrá-lo aos seus estudos e aplicativos. A grande vantagem é que os pesquisadores médicos poderão coletar dados das doenças em uma escala ainda maior.

Para os interessados em participar da pesquisa, o aplicativo vai pedir permissão para acessar os sensores do iPhone, como o acelerômetro, giroscópio, entre outras ferramentas. Quem quiser, ainda pode colaborar com detalhes referentes ao peso, pressão arterial e níveis de glicose do paciente.

Fonte: Mashable