Recuperando-se aos poucos, Neon volta a aceitar cadastro de novos clientes

Por Ramon de Souza | 17 de Maio de 2018 às 14h51
Geoplaces

Após ter sua infraestrutura e sua imagem pública abalados com a liquidação extrajudicial do Banco Neon, a Neon Pagamentos está aos poucos se recuperando e retomando o oferecimento de serviços para seus usuários. Nesta quarta-feira (16), por exemplo, a fintech silenciosamente reabriu o cadastro para novos usuários, permitindo novamente que qualquer internauta abra uma conta digital no serviço através do aplicativo.

Além da abertura de contas, o Neon também já permite a realização de recargas de celulares, pagamentos de contas (por enquanto apenas de água, luz, gás, telefone e impostos) e depósitos via boleto. Três recursos importantes ainda estão fora do ar, no entanto: compras com cartão de crédito, uso do cartão de débito virtual e gerenciamento de objetivos financeiros (uma espécie de cofrinho digital no qual era possível inserir e retirar economias para determinado objetivo de compra).

As operações da startup agora são apoiadas pelo Banco Votorantim. A própria fintech compartilhou, no Twitter, um artigo que comemora os mais recentes resultados financeiros de seu novo parceiro: no primeiro trimestre de 2018, o Votorantim obteve um lucro de R$ 254,5 milhões, “a maior rentabilidade dos últimos sete anos para o período”. Embora esteja confiante, a empresa agora faz questão de ressaltar seu branding como “Neon Pagamentos”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Qual foi a confusão?

Na manhã do dia 4 de maio, surgiu a notícia de que o Banco Central (Bacen) havia decretado a liquidação extrajudicial do Banco Neon, após encontrar “graves violações às normas legais e regulamentares que disciplinam a atividade da instituição”. Poucas horas depois, a internet inteira estava desesperada. Porém, o que muitos não entenderam é que existem duas empresas separadas com o mesmo nome: Banco Neon S.A. e Neon Pagamentos S.A.

A fintech em si, fundada pelo empreendedor Pedro Conrade e que nasceu como uma evolução do antigo Contro.ly, é a Neon Pagamentos S.A. Porém, para expandir sua atuação e oferecer mais serviços aos usuários, a startup teve que se aliar a um banco tradicional. O escolhido foi o Pottencial, que, após firmada a parceria, resolveu alterar seu nome para Banco Neon S.A. A liquidação instituída pelo Bacen foi direcionada para essa segunda empresa, e não para a primeira.

Fonte: StartSe, Neon

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.