Receita da Intel pode aumentar em US$ 1,5 bilhão graças ao iPhone 7

Por Redação | 12.07.2016 às 07:21

No domingo (10), ficamos sabendo que a Intel teria recebido uma encomenda de chips de modem por parte da Apple para substituir os componentes da Qualcomm que a Maçã vinha utilizando em seus iPhones. A companhia de Cupertino usará, então, os chips da Intel nos iPhones 7 da operadora AT&T, enquanto os aparelhos vendidos pela Verizon continuariam com os da Qualcomm. E a Intel será bastante beneficiada com a mudança, já que a fabricante de hardware poderá ver sua receita aumentar em US$ 1,5 bilhão com as vendas do iPhone 7.

Quem chegou a essa previsão de valores foi a empresa de pesquisa de mercado Cowen & Co., que concluiu que os chips da Intel estarão presentes na maioria dos iPhones 7 distribuídos nos Estados Unidos, já que a AT&T conta com uma base maior de clientes do que sua concorrente. Para a fabricante de chips, que teve uma receita de US$ 55,4 bilhões em 2015, um aumento de um bilhão e meio pode não ser muito significativo financeiramente falando, mas representará um ótimo negócio para a companhia que, até então, não tem uma presença muito marcante no mercado de dispositivos móveis.

Ainda de acordo com a empresa de pesquisas, a Intel pode considerar sua presença nos próximos iPhones como sendo uma grande vitória, já que, em um futuro próximo, ela poderá ter mais facilidade para expandir seus negócios no mercado mobile, não somente fazendo negócios com outros produtos da Apple, como também conseguindo contratos com outras fabricantes de smartphones e tablets. Recentemente, o CEO da Intel, Brian Krzanich, comentou que a tecnologia 5G e conectividade seriam alguns dos principais pilares de negócios da Intel, o que pode significar que a companhia esteja à procura de ofertas adicionais além de parceria com o iPhone.

Fonte: Business Insider, Intel