Que tal chamar uma mãe para testar a usabilidade do seu site?

Por Redação | 25 de Maio de 2015 às 10h17

Se a sua mãe é uma ávida usuária da internet, considere-se uma exceção. Ainda são poucas as que se dão bem com tecnologia e, por mais que elas estejam se arriscando mais e mais, o nível de intimidade com todos os processos de navegação continuam sendo bem baixos. E tem gente que viu nisso uma ótima oportunidade de negócios.

Partindo de uma ideia de que um bom site deve ser acessível para todo mundo, o pessoal do The User is My Mom decidiu usar suas mães como o teste definitivo de usabilidade da página. Assim, eles criaram uma empresa de consultoria que parte do simples conceito de que, se elas não sabem como utilizar seu site, ele está ruim.

Pode parece mais uma piada da internet ou algo exagerado, mas que faz muito sentido. Afinal, de que adianta, por exemplo, uma loja virtual repleta de menus e opções se o usuário comum não consegue encontrar o produto que deseja e muito menos finalizar o processo de compra?

Por isso, Scotty — como é identificado o criador do serviço — colocou sua mãe para trabalhar. Segundo a descrição que consta em seu site oficial, ela é uma professora do colegial que não entende nada de computadores, grita com as máquinas e não tem a mínima ideia do que é o Twitter ou como encontrar uma janela que não esteja em primeiro plano na sua tela. Em outras palavras, o usuário perfeito para esse tipo de teste.

Assim, o The User is My Mom serve como um tipo de consultoria honesto e bem direto nesse sentido. Por apenas US$ 75 (cerca de R$ 235 na cotação atual), a mãe de Scotty entra em sua página e traz um breve parecer sobre sua usabilidade e, dependendo do caso, o autor da iniciativa traz um relatório com dicas para melhorar.

Ele explica que as páginas precisam ser desenvolvidas com esse perfil de pessoa em mente para que ele seja acessível para todos os públicos e não somente quem já possui familiaridade com o mundo digital. Como ele aponta, se ela não entender seu site, a culpa não é dela — e nem das outras pessoas que também podem enfrentar problemas ao acessá-lo — e que isso pode significar que você precisa reformular muita coisa por ali.

Via: The User is My Mom

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.