Qualcomm revida e diz que licenças custam menos que um adaptador da Apple

Por Redação | 22 de Junho de 2017 às 08h57

Sabe aquela “treta” entre a Apple e a Qualcomm? Pois um novo capítulo dessa “novela” acaba de acontecer, com a fabricante de chipsets revidando a acusação da Maçã de trabalhar com um modelo de negócios inválido com relação às suas patentes. Agora, a Qualcomm lançou o “veneno” no ar dizendo que suas licenças custam menos do que um adaptador da Apple.

Tudo começou em janeiro, quando a companhia de Cupertino acusou a fabricante de usar táticas anticompetitivas para monopolizar o mercado. Então a Qualcomm processou a empresa chefiada por Tim Cook por quebra de contrato, ainda acusando-a de tê-la chantageado. A Qualcomm tentou, até mesmo, fazer com que os iPhones tivessem sua venda proibida nos Estados Unidos.

Com o novo posicionamento da Qualcomm nessa história, o vice-presidente executivo e conselheiro geral da companhia Don Rosenberg, negou a acusação feita pela Apple de que a empresa estaria lucrando em cima das inovações da rival ao cobrar por licenças de cada iPhone vendido. O executivo alega que as cobranças são justas e que custam menos do que produtos básicos da Maçã, como os adaptadores para tomadas.

O executivo também provocou a Apple dizendo que suas grandes inovações somente são possibilitadas graças ao trabalho de empresas como a Qualcomm. “Conforme a Apple reconheceu recentemente, ela raramente é a primeira do mercado a introduzir qualquer nova tecnologia, mostrando sua dependência de investimentos em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias revolucionárias feitos por companhias como a nossa”, disse Rosenberg, que anunciou estar confiante “que a verdade prevalecerá em nossa disputa legal com a Apple”.

Fonte: Qualcomm

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.