Qualcomm processa quatro fornecedoras da Apple pelo não pagamento de royalties

Por Redação | 17 de Maio de 2017 às 16h13

Nesta quarta-feira (17), a Qualcomm anunciou ter entrado na justiça contra a Foxconn Technology, a Pegatron, a Wistron e a Compal Electronics, todas fornecedoras da Apple, pelo não pagamento de royalties. Para quem não se lembra, em janeiro deste ano a Maçã processou a Qualcomm por suposto superfaturamento na compra de chips.

Em documentos apresentados ao Tribunal Federal de San Diego, a Qualcomm alega que as quatro fabricantes se recusaram a pagar taxas de licenciamento sobre a propriedade intelectual da empresa. Todos os fornecedores contratados pela Apple têm acordos de licença de patentes com a Qualcomm. Normalmente, a Apple reembolsa os royalties pelas tecnologias patenteadas no iPhone e no iPad, mas a gigante de Cupertino bloqueou os pagamentos no mês passado. A Qualcomm, que está pedindo US$ 1 bilhão como indenização por danos, disse que sua ação judicial foi movida em resposta direta à decisão da Apple.

"A Apple está definitivamente por trás disso. [...] Apesar de não contestarem as suas obrigações contratuais de pagar pelo uso das criações da Qualcomm, as fabricantes dizem que devem seguir as instruções da Apple de não pagar", disse a Qualcomm em comunicado. "Nossa resposta é que você é uma empresa grande e sofisticada. Você tem obrigações contratuais. Você tem contratos de licença conosco que não envolvem a Apple. Você é responsável por pagar isso", completou.

A ação legal da Qualcomm está além do que alguns analistas esperavam. Na semana passada, a Bloomberg informou que a Qualcomm pediria à Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos que emitisse uma liminar proibindo as importações do iPhone.

Via DigitalTrends

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.