Produção de eletrônicos no Brasil tem queda de 34,5%

Por Redação | 08 de Janeiro de 2016 às 13h41

A crise que está instalada no Brasil também está demonstrando seus efeitos sobre a indústria eletroeletrônica. De acordo com dados da Abinee, houve uma queda de 34,5% no setor de eletrônicos e de 15,2% no de elétricos, o que acabou resultando em uma retração de 24,5% neste mercado na comparação com os números de 2014.

Os dados fazem parte de pesquisa anual divulgada pelo IBGE, tendo sido agregados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, e mostram um panorama extremamente negativo. Os números, por exemplo, exibem a maior queda anual já registrada pelo mercado brasileiro desde que o órgão começou a fazer o levantamento em 2003. No geral, a queda da indústria nacional foi de 12,3%.

Para a Abinee, a perspectiva é que os dados do mês de dezembro, ainda em análise, apresentem um pouco de melhora, mas, ainda assim, nada suficiente para retomar os totais. A expectativa é de uma queda de 20% nos números da indústria eletroeletrônica, um total que a coloca entre os piores segmentos de todo o país, algo que já havia sido registrado, inclusive, no ano de 2014.

De acordo com os números do IBGE, quase todos os setores da indústria nacional apresentaram retração ao longo de 2015, mesmo que essa redução seja de alguns poucos pontos percentuais. A exceção fica por conta de segmentos como os de bebidas, perfumaria, metalurgia, produtos de limpeza e higiene pessoal. A expectativa é que, no acumulado, as perdas sejam de 7,7% em todo o país.

Fonte: EBC

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.