Presidente de diversidade e inclusão da Apple está deixando a empresa

Por Redação | 17 de Novembro de 2017 às 15h58
Tudo sobre

Apple

Em maio deste ano, a Apple decidiu eleger a ex-executiva de recursos humanos da empresa para ser a primeira presidente para diversidade e inclusão da Maçã. Denise Young Smith vinha, desde então, se esforçando para fazer com que a cultura da companhia de Cupertino se tornasse mais inclusiva, seguindo a tendência do mercado que, cada vez mais, exige oportunidades para pessoas que sejam membros de minorias sociais. Mas, agora, Smith está não somente abandonando o cargo, como saindo da companhia.

Mas a Apple não fechará as portas desse novo e importante departamento. Quem assume sua presidência é Christie Smith, que, anteriormente, era gerente na Deloitte. A empresa chefiada por Tim Cook não comentou sobre a saída de Smith, mas disse "acreditar profundamente que a diversidade impulsiona a inovação".

Entre os motivos que levaram Smith a sair da Apple, pode ser que uma gafe que ela cometeu há cerca de um mês tenha "pesado" na conta. Durante uma conferência realizada em outubro, ela disse que "pode haver 12 homens brancos, de olhos azuis e loiros, e eles ainda assim serão diversificados porque eles trarão diferentes experiências de vida e perspectivas à conversa".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ok, isso é uma verdade, mas, ao se falar em diversidade no mercado, não se está falando de diversidade de experiências pessoais, mas, sim, diversidade de gêneros, sexualidades e etnias que, historicamente, não têm as mesmas oportunidades do que as demais. O comentário de Smith repercutiu negativa e rapidamente na sequência, "pegando mal" para ela.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.