Presidente da Motorola explica futuro da marca e confirma permanência do Moto G

Por Redação | 22 de Fevereiro de 2016 às 10h16

Desde que a Lenovo comprou a Motorola, o futuro da marca sempre pareceu incerto. A própria companhia chinesa não parecia saber muito o que fazer com sua nova aquisição, chegando ao ponto de anunciar o fim do nome Motorola e até levantar a possibilidade de pôr um fim aos populares Moto G e Moto X. Porém, depois de muito vai e vem, parece que os rumos da linha finalmente foram definidos.

Aproveitando o primeiro dia da MWC, as duas empresas decidiram pôr um fim a toda essa especulação. E o que foi definido é que o nome Motorola não vai sumir como se especulava, mas vai se tornar um pouco mais raro de se encontrar no mercado. Isso porque, conforme explicou o presidente Rick Osterloh, a ideia é focar mais na icônica logomarca ao invés do nome completo. Em compensação, a companhia vai continuar a desenvolver e fabricar smartphones como uma subsidiária da Lenovo. Segundo o executivo, vai ser basicamente a mesma coisa que era feita quando pertenciam à Google.

Já em relação aos seus aparelhos, pouca coisa deve mudar. Os dispositivos da linha Moto G e Moto E vão continuar sendo produzidos e até mesmo o Droid deve se manter vivo em meio a toda essa reestruturação, embora passe por uma mudança de nome. Como ele sempre foi vendido como "Droid by Motorola", Osterloh diz que ainda é preciso definir com a Verizon para definir como o aparelho será nomeado daqui para frente.

Outro ponto que o presidente esclareceu é como a Lenovo pretende se posicionar no mercado com toda essa confusão de marcas e produtos. De acordo com ele, o plano é manter a Lenovo Vibe focada em aparelhos de entrada, ou seja, smartphones com configuração bem modesta e voltados para um público que não quer pagar muito pela tecnologia. Já a Moto deve partir para a briga lá em cima, com especificações mais potentes para disputar com os top de linha. Para isso, Osterloh diz que primeiro é preciso introduzir novos recursos.

Assim, para quem já estava se sentindo órfão da Motorola e de todo o histórico que a marca carrega, trata-se de uma ótima notícia e que põe um fim em toda a confusão criada pela própria Lenovo em relação ao futuro da companhia.

Via: Re/Code

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.