Polícia holandesa vai usar realidade aumentada para combater o crime

Por Redação | 07.12.2016 às 13:48

Enquanto no Brasil muitos policiais sofrem com a falta de recursos para trabalhar, na Holanda a força policial está se preparando para usar o HoloLens, headset da Microsoft, em suas atividades diárias.

Os testes que estão sendo realizados no país incluem ainda um smartphone preso ao ombro do oficial, a fim de registrar imagens com a câmera do gadget, e outro preso ao pulso, para registrar ocorrências ou anotações sobre os casos que acontecem ao longo do dia.

Já o HoloLens está sendo experimentado para sobrepor informações relevantes durante a investigação forense, facilitando a vida dos investigadores na hora de montar as peças do quebra-cabeça de um crime.

Outra aplicação do headset seria nas reconstituições de crimes em tribunais, um processo que atualmente envolve muita papelada e um encenação física do evento. Com a ajuda de um dispositivo de realidade aumentada, o juiz poderia ter uma noção exata do que aconteceu na cena graças a animações digitais e anotações explicativas sobrepostas.

Imagem: Reprodução / The Next Web

Se você acha isso pouco, a equipe também está explorando formas de usar o dispositivo durante as patrulhas de rotina. Nestes casos, o headset facilitaria a navegação ao sobrepor informações de um chamado ao cenário do mundo real, logo à frente dos olhos do policial.

A novidade é uma parceria entre o departamento de polícia holandês, o Instituto Médico Legal do país, os bombeiros, a Universidade Técnica de Delft e a agência de desenvolvimento de realidade aumentada Twnkls.

Via The Next Web