Plusoft lança solução para ser referência em CRM omnichannel

Por Leandro Souza | 11.09.2016 às 09:10
photo_camera Divulgação

Fundada em 1988 em São Paulo, a Plusoft ocupou o mercado de CRM nacional muito antes de outros players renomados como Salesforce, Oracle e outros, entraram na competição por clientes brasileiros. Com clientes como Itaú, Nestlé, Banco BMG, entre outros, a empresa agora quer aumentar sua presença no mercado, apostando no lançamento do Omni, um produto focado na gestão omnichannel de relacionamento das empresas com seus clientes.

Segundo a empresa, o novo produto proporciona uma experiência de comunicação sem interrupção ao reunir canais de relacionamento como e-mail, canal de voz, chat tradicional e virtualizado, SMS, vídeoatendimento, mobile e mídia social no mesmo software.

A companhia pretende atender a demanda das empresas para unificar pontos de interação com consumidores e usuários em uma só interface, responsável por um atendimento contínuo, intuitivo e totalmente integrado.

Conforme explica o CEO da empresa, Guilherme Porto, pelo Omni o cliente pode começar a ser atendido por uma rede social, continuar sua ocorrência por chat e finalizar por um canal de voz ou loja física, já que a solução é disponibilizada através de módulos.

Porto reconhece que a transição para o CRM multicanal vai além do software e incorre na transformação dos negócios de seus clientes, o que fez também a Plusoft pensar em uma nova forma de abordar as vendas do produto. A empresa, que tem cerca de 1400 funcionários, opera suas vendas diretamente, sem o uso de canais.

"Nossa nova solução de CRM também influi em uma mudança de estratégia na condução do relacionamento das empresas com seus clientes. Deixamos aos poucos de ser apenas consultores e implementadores de tecnologias para também sermos consultores de negócios. Entretanto, as companhias podem fazer isso ao seu ritmo, usando os módulos de acordo com a necessidade", explica o CEO.

Além dos módulos básicos do Omni, outras funcionalidades deverão ser implementadas em breve, como integração com a Internet das Coisas (IoT), que pode ser usado em áreas como seguros e saúde, e Computação Cognitiva, como o Watson da IBM. O produto já conta com integrações com plataformas de BI, como Tableau e IBM Cognos, assim como um BI próprio da Plusoft.

O lançamento mais próximo para o Omni já chega agora em setembro, com um módulo de e-commerce, chamado Cloud Commerce, que será oferecido no modelo como serviço (SaaS). Segundo Porto, essa nova modalidade de oferta, bastante diferente do portfólio anterio da companhia, também servirá para se aproximar de clientes de médio e pequeno porte.

"Assim reduzimos os custos e tempo de implementação da solução, assim como criamos pacotes otimizados para diversos tamanhos e tipos de empresa", explica o CEO, detalhando que a oferta SaaS é baseada na nuvem da Amazon, e com isso pode reduzir o preço em até 30% abaixo do praticado por multinacionais do segmento, com valores cobrados em reais.

De acordo com Porto, com o lançamento do software, a meta da empresa é saltar de um crescimento anual estimado de cerca de 10% para 2016, para uma elevação de quase 20% em 2017, chegando a uma base de 130 novos clientes utilizando a plataforma até o próximo ano.

“Criamos esse produto porque entendemos que a forma como as corporações atendem as diferentes gerações é o que move o relacionamento entre empresas e clientes. Enquanto um grupo mais maduro prefere o canal de voz, vemos que a geração Y prefere a comunicação por texto ou pelas redes sociais, estabelecendo assim a jornada de cada consumidor em diferentes canais”, destaca Porto.