Planos familiares do Google Play Música chegam ao Brasil

Por Redação | 16 de Fevereiro de 2016 às 12h34
photo_camera Divulgação

Atendendo aos pedidos de usuários e entregando após meses de expectativas, o Google finalmente trouxe ao Brasil os planos familiares de seu serviço Play Música. A partir de agora, por R$ 22,90 mensais, um usuário administrador pode compartilhar sua conta com até cinco pessoas adicionais e permitir que elas acessem o portfólio da plataforma de forma simultânea e a partir de qualquer dispositivo compatível.

A novidade entra no ar nesta terça-feira (16) nos mesmos moldes do que acontece no mercado internacional. Cada usuário de um plano familiar tem sua própria conta, com login e senha, e pode criar playlists e acessar recomendações personalizadas em interferir no que acontece nos perfis dos companheiros. Não existem restrições quanto à qualidade, número de reproduções ou qualquer outro aspecto na utilização.

A grande diferença do Google Play Música, entretanto, está no preço. Como a própria empresa deixou claro, a plataforma apresenta o plano familiar mais em conta do mercado brasileiro, contra os US$ 7,99 (aproximadamente R$ 32) por mês cobrados no Apple Music ou US$ 11,95 (pouco menos de R$ 50) do Tidal. O número de compartilhamentos, aponta a gigante, também é maior, principalmente em relação ao Spotify, que tem preço semelhante, R$ 22,30, mas permite a entrada de apenas dois outros perfis, com valores que crescem com a entrada de mais gente.

Essa é uma das armas para que o Google Play Música cresça no Brasil, ao lado, claro, da popularidade do sistema operacional Android por aqui. De acordo com a companhia, a plataforma está em 90% dos smartphones e tablets em operação por aqui. Todos são dispositivos que já contam com o serviço musical instalado, ou seja, o que se vê é uma grande oportunidade de crescimento em potencial.

Nos Estados Unidos, ainda, os assinantes do Google Play Música recebem também acesso ao YouTube Red, a versão paga do serviço que dá acesso a conteúdos originais e não mais exibe anúncios. No Brasil, entretanto, essa variação ainda não está disponível e, por mais que a empresa já tinha dito que ela vai chegar em algum momento, ainda não existe data para que isso aconteça.

Há, por outro lado, um problema importante relacionado ao plano familiar. No sistema criado pelo Google, os convidados pelo administrador para compartilhar perfis no Play Música também ganham acesso à loja de aplicativos, músicas e filmes, e entre as opções de pagamento, é possível escolher a cobrança no cartão do proprietário da conta, o que pode acabar causando problemas. A empresa não falou sobre mudanças nesse sentido.

Fonte: Gizmodo

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.