Peter Thiel está frustrado com os valores de esquerda do Vale do Silício

Por Ares Saturno | 16 de Fevereiro de 2018 às 18h29
Reprodução

Se você acha que é o único que arruma confusão com os colegas de trabalho por desavenças políticas, saiba que o investidor Peter Thiel, um dos primeiros a financiar o Facebook, está de mudança do Vale do Silício para Los Angeles por conta de discordâncias com a cúpula administrativa da rede social, incluindo Mark Zuckerberg.

Acontece que o polêmico capitalista é entusiasta de Donald Trump. Esse tem sido um assunto delicado para o Facebook, que se viu perdido entre severas críticas devido ao seu papel na eleição de Trump, após contas falsas oriundas da Rússia propagarem desinformação, a fim de facilitar que o candidato assumisse o poder.

Tentando se desvencilhar desse tipo de polêmica, Zuckerberg chegou a falar com Thiel sobre a posição que o investidor ocupa no conselho da rede social nos meses que seguiram as eleições. Nesta ocasião, Thiel disse que pretendia continuar no conselho e não houve pressões diretas para que ele desocupasse o lugar.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Outro CEO, esse da Netflix, também ocupante de cadeira junto ao conselho do Facebook, Reed Hastings não está nada contente com o posiocionamento favorável ao republicano apresentado por Thiel. Em um e-mail publicado pelo The New York Times, datado de 2016, Hastings descreveu o apoio do capitalista ao criticado presidente como "mau julgamento catastrófico".

Sentindo-se incompreendido e solitário em suas crenças sociopolíticas, Thiel deixa o Vale do Silício e deve levar para Los Angeles também seus negócios de investimento.

Diga-me com quem andas e direi se vou contigo (Foto: Divulgação)

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.