Oracle fecha parceria com Arrow no Brasil com foco em oferta de nuvem para PMEs

Por Rafael Romer | 29.06.2016 às 09:23

Ao que tudo indica, a Oracle se prepara para partir para cima das pequenas e médias empresas (PMEs) brasileiras e ganhar espaço neste mercado com ofertas em nuvem.

Um dos pilares dessa estratégia foi anunciado nesta terça-feira (28), durante o Oracle Open World 2016, com a chegada da nova oferta de ERP em nuvem da companhia no Brasil, que será ofertado através do seu data center local - inaugurado no ano passado.

De acordo com Luis Meisler, presidente da Oracle para a América Latina, o anúncio da plataforma de gestão é uma das tentativas de tornar a companhia mais "acessível" para PMEs, usando a nuvem para baratear o custo de aquisição upfront de soluções da empresa.

Mas as iniciativas da multinacional não devem parar por aí. Também durante o evento, foi anunciada a nova parceria entre a Oracle e a distribuidora norte-americana Arrow ESC, que agora passa a fazer a comercialização de todo o portfólio de nuvem da fabricante por aqui, com foco principal em PMEs.

"O tom que norteou nossa negociação com eles é para movê-los para o mundo cloud e para o mercado intermediário, de pequenas e médias empresas", explicou Ronaldo Miranda, vice-presidente e country manager da Arrows ESC no Brasil. "Nós vamos manter o suporte em cima porque é intrínseco, mas é uma necessidade de as empresas desenvolver e suportar melhor esse mercado de PMEs. Essa é a motivação mútua".

O recém-anunciado ERP em nuvem será uma das soluções ofertadas pela Arrow, mostrando que a Oracle, de cara, já busca correr atrás do prejuízo para ganhar mais espaço no Brasil nesse setor, dominado pelas concorrentes Totvs e SAP. Atualmente, ambas as empresas possuem mais que o dobro dos 15% de marketshare nacional da Oracle em ERPs.

"Quando você manda o ERP para a cloud, ele fica mais palatável, é possível ajustar a barreira de entrada do investimento inicial", comenta Miranda. "A ambição deles, que vai ser a nossa agora, é descer o ERP para o nível PME ao longo do tempo".

Perspectiva de expansão

Parcerias entre a Oracle e a Arrow não são uma novidade: as duas empresas já trabalham juntas há anos em países como os Estados Unidos. Só agora, porém, é que se torna possível uma parceria desse tipo no Brasil - e isso tudo graças à chegada oficial da Arrow ao mercado nacional no ano passado, após a aquisição da CNT Brasil e com a abertura do novo ano fiscal da Oracle, em maio deste ano.

Do lado da Arrow, a integração da Oracle ao portfólio de clientes abre caminho para a empresa continuar sua estratégia de expansão no mercado brasileiro, que ambiciona sair da lanterna do ranque dos cinco principais distribuidores nacionais em uma janela de até cinco anos. Só nos últimos doze meses após sua chegada, a empresa já expandiu o leque de 12 para atuais 26 fabricantes.

Segundo Miranda, a Oracle se torna, agora, o "maior potencial de mercado" para a Arrow ECS no país, ainda que a VMWare seja, na atualidade, o principal parceiro da companhia no Brasil. O foco da parceria no suporte de soluções de nuvem, por exemplo, deverá ajudar a Arrow no avanço da própria capacitação de seus canais locais em serviços de cloud, o que permitirá a empresa trazer sua plataforma de orquestração de produtos ArrowSphere para revendas e possibilitar novos futuros negócios.

"A partir do ano que vem a gente continua a caminhar para outros países da América Latina", afirmou o executivo, citando países como Colômbia, Chile e a Argentina. "Mas não significa que vamos para todos no ano que vem. A Arrow só se expande através de aquisições, então é um trabalho mais longo".