Oracle entra com processo contra a Hewlett Packard Enterprise

Por Redação | 23.03.2016 às 08:40

A fabricante de softwares de banco de dados Oracle está mais uma vez processando a HP - mas agora, a Hewlett Packard Enterprise (HPE), divisão da companhia responsável pela unidade de hardware e serviços. O processo foi aberto nesta terça-feira (22) com a alegação de que a HPE firmou parceria com a TERiX Computer Company a fim de oferecer assistência a clientes que utilizam o sistema operacional de servidores Solaris por um preço mais barato do que o cobrado pela Oracle.

Parte significativa da receita da Oracle vem justamente da venda de contratos de suporte para seu catálogo de softwares, incluindo o Solaris. Recentemente a companhia processou outras empresas que tentaram prestar esse mesmo serviço a um preço consideravelmente mais baixo, e já ganhou algumas dessas ações.

Anteriormente, a Oracle já havia processado a própria TERiX, que perdeu o processo tendo de pagar US$ 57,7 milhões por danos. Em outro processo movido contra a SAP, que tentou oferecer esses mesmos serviços através da TomorrowNow, a Oracle ganhou a ação por ter comprovado que a concorrente havia violado sua propriedade intelectual de alguma maneira, fazendo com que a SAP aceitasse pagar mais de US$ 356 milhões. O valor pedido inicialmente era de US$ 1,3 bilhão, e o processo correu na Justiça de 2007 a 2014 - mostrando que, quando o assunto é garantir a venda de suporte a softwares a seus clientes, a Oracle pode ser bastante inflexível e persistente.

As duas empresas que protagonizam o novo processo têm um histórico de desentendimentos desde que a Oracle adquiriu a Sun Microsystems e passou a concorrer diretamente com a antiga HP no segmento de hardware. Além disso, Mark Hurd, CEO da HP em 2010, foi contratado pela dona do Solaris assim que renunciou ao cargo na companhia anterior por ter se envolvido em um escândalo de assédio sexual que se tornou público.

Fonte: The Wall Street Journal