Oracle apela mais uma vez contra o Google na justiça

Por Redação | 28.10.2016 às 17:03 - atualizado em 28.10.2016 às 19:56

A encrenca entre Oracle e Google a respeito de um suposto uso indevido do software Java nas aplicações da empresa de Mountain View. A Oracle voltou para a justiça e apelou contra o ganho de causa dado ao Google no final de setembro.

A companhia enviou seu recurso para a corte norte-americana de apelos, entidade de jurisprudência federal, em um novo esforço de processar o Google. A Oracle quer uma indenização de US$ 9 bilhões, alegando que o Google usou 37 APIs do Java para desenvolver o seu sistema operacional para dipositivos móveis.

No final do mês passado, um outro pedido de recurso da Oracle foi negado em um tribunal federal da Califórnia (EUA) e foi segunda derrota da empresa de Larry Ellison, já que em maio o júri tinha apreciado o caso e deu ganho para a empresa de Mountain View.

O juíz William Aslup, responsável pelo caso, negou o pedido de retomada do processo. Além disso, ele recusou o pedido da Oracle em solicitar um novo julgamento. Entretanto, a Oracle recorreu à corte federal para tentar reverter a situação.

Segundo analistas jurídicos, o novo recurso da Oracle não surpreende, mas é uma medida desesperada que não deve funcionar para companhia de Larry Ellison. Os termos de "uso indevido" são subjetivos para a justiça norte-americana, e vai ser difícil mudar a opinião anterior do júri, que deu ganho de causa para o Google. Entretanto, se a Oracle quer continuar desembolsando mundos e fundos para vencer o Google na justiça, o que nos resta é ver como esta novela se desenrola.

Fonte: ARS Technica