Oculus está fechando 200 estações de demonstração do Rift

Por Redação | 09 de Fevereiro de 2017 às 13h17

Parece que a Oculus não começou o ano com o pé direito. No início de fevereiro, a empresa perdeu um processo contra a ZeniMax e terá que pagar US$ 500 milhões por quebra de um acordo de não divulgação. Agora, a companhia está fechando algumas estações de demonstração do Oculus Rift.

De acordo com o Business Insider, 200 das 500 estações montadas para apresentar o Oculus Rift ao público serão fechadas em diversas lojas da Best Buy, nos Estados Unidos. O problema apontado por alguns funcionários das pop-ups era que eles ficavam dias sem realizar nenhuma demonstração do produto.

"Estamos fazendo algumas mudanças sazonais e priorizando demonstrações em centenas de lojas da Best Buy em locais maiores", disse a porta-voz da Oculus, Andrea Schubert. "Você ainda pode solicitar demonstrações do Rift em centenas de lojas Best Buy nos Estados Unidos e Canadá."

A empresa também aproveitou o ensejo para dizer que acredita que a melhor forma de aprender sobre realidade virtual é por meio de uma demonstração ao vivo. "Nós vamos encontrar oportunidades para fazer eventos regulares e pop-ups em locais de varejo e comunidades locais ao longo do ano", completou.

Depois de fazer sucesso absoluto no Kickstarter com seu headset de realidade virtual e ser adquirida pelo Facebook por US$ 2 bilhões, a empresa está empenhada em lançar o Oculus VR no mercado de consumo.

Uma pessoa familiarizada com o assunto disse que o Facebook pensou em criar suas próprias vitrines permanentes para vender e demonstrar o headset, embora as possíveis discussões sobre o assunto pareçam estar nos estágios iniciais. Além disso, o CEO do Facebook disse recentemente que ainda planeja gastar bilhões no desenvolvimento e comercialização de realidade virtual na próxima década, e que a Oculus "não será rentável por algum tempo."

Fonte: Business Insider