O que podemos esperar do Galaxy S7?

Por Redação | 23 de Setembro de 2015 às 10h27

As cartas estão na mesa. Apple, Samsung, LG, Motorola e Sony: todas as principais marcas já apresentaram seus smartphones de ponta e cabe aos fãs apenas escolher aquele aparelho que mais lhe agrada. Por outro lado, o lançamento das novas versões significa também o início da temporada de rumores sobre a próxima geração de dispositivos.

Pode parecer muito cedo para isso, mas a verdade é que já há alguns boatos sobre possíveis novidades a caminho e indícios do que está por vir. No caso da Samsung, por exemplo, o Galaxy S7 vem sendo alvo de muita especulação desde que o S6 chegou às lojas.

A começar pela própria data de lançamento. Por mais que muita gente ache que esse é um belo tiro no escuro, basta olhar para trás para perceber o quanto a fabricante sul-coreana é metódica e fiel ao seu próprio cronograma. As versões anteriores do Galaxy foram todas anunciadas durante o MWC e seria completamente lógico vermos isso se repetindo em 2016. Assim, pode anotar aí, pois é certo que veremos o Galaxy S7 sendo mostrado em fevereiro do ano que vem durante o evento.

Galaxy S6

E o que isso significa? Ainda dentro da agenda da empresa, os consumidores não precisam esperar muito conferir essas novidades. Em geral, o tempo entre a apresentação e o lançamento é de cinco semanas. Desse modo, a nova geração do Galaxy estaria disponível entre o final de março e o início de abril.

Por outro lado, o site sul-coreano Newsis traz alguns indícios de que podemos ter algo diferente. Segundo ele, a Samsung já começou a produção do Galaxy S7 pouco tempo após o lançamento do modelo anterior exatamente para que ele fosse lançado na segunda metade de 2015. É uma possibilidade, ainda que remota. Até agora, não ouvimos nenhum rumor sobre um evento ou algo que indicasse um anúncio iminente — o que faz com que sua chegada em 2016 seja bem mais plausível.

Já em relação ao preço, quase não há surpresa também. Repetindo aquilo que vemos todos os anos a cada lançamento, a nova geração deve custar os mesmos 599 euros de sempre — lembrando que, por ser um evento realizado na Europa, o valor é apresentado sempre na moeda do Velho Continente.

Como vai ser?

Mas, para o verdadeiro fã da Samsung, isso não é nenhuma novidade. O que todo mundo quer saber mesmo é o que esperar do Galaxy S7 em termos de novas funções ou mesmo de visual. E aí as coisas ficam um pouco mais especulativas e menos exatas.

Samsung Galaxy S6

Em relação ao design, por exemplo, a principal aposta é que a nova geração de smartphones vai mudar pouquíssima coisa em relação ao seu antecessor. O Galaxy S6 já trouxe uma mudança no visual em relação ao modelo anterior e, por conta disso, é bem pouco provável que a fabricante faça mais uma alteração nesse sentido. Assim, é quase certo que vamos ter um aparelho bem parecido com o que vimos este ano.

Isso não significa, porém, que não haverá novidades. De acordo com alguns rumores, o Galaxy S7 deve ter uma mudança de materiais, passando a usar uma liga baseada em magnésio, o que faria dele um dispositivo mais resistentes, leve e sem problemas de superaquecimento.

Já em relação ao tamanho de tela, as informações são bem desencontradas. Segundo o site Pocket Lint, o próximo Galaxy vai contar com um display de 5,7 polegadas. Já o Asia Today afirma que a Samsung vai trazer duas versões do aparelho, um com display de 5,2 e outro com 5,8 polegadas.

Galaxy S6 Edge Plus

Faz bastante sentido esse aumento, visto que essa é uma tendência do mercado. Por outro lado, isso faria com que a empresa tivesse dois aparelhos com dimensões (e configurações) bastante semelhantes, visto que o Galaxy Note 5 acabou de chegar às lojas com uma tela de 5,7 polegadas. Isso sem falar do próprio Galaxy S6 Edge Plus.

Mas se você é do tipo que gosta fazer apostas mais altas, há ainda quem diga que a Samsung deve trazer um aparelho com tela dobrável ou mesmo curva. Há vários indícios de que a fabricante sul-coreana está trabalhando em uma tecnologia assim — chamada de Turtle Glass — para substituir a Gorilla Glass 3. O único problema é que, até o momento, ninguém soube de nada muito concreto além disso.

De qualquer forma, o que pode ser tido como certo é que o Galaxy S7 deve apostar na resolução 4K. A Sony já trouxe o Ultra HD para os smartphones com o Xperia Z5 Premium e a Samsung não vai ficar atrás. As câmeras do S6 já tinham suporte a essa qualidade, então é uma evolução mais do óbvia ver isso também na tela.

Poder de fogo

O mínimo que se espera de um novo smartphone é que ele seja mais potente que seu antecessor. E, com esse aspecto, os fãs da Samsung não vão precisar se preocupar.

Snapdragon 820

Alguns supostos documentos internos vazaram na rede social chinesa Weibo e mostram que o Galaxy S7 deve trazer um processador Snapdragon 820, que deve ser lançado pela Qualcomm somente no final deste ano — mas deve estar presente na grande maioria dos dispositivos top de linha de 2016.

Além disso, essa mesma papelada trouxe ainda alguns gráficos que comparam o desempenho de duas variações desse novo chip com aquilo que o Snapdragon 810, usado no Galaxy S6, oferece. E, como era de se esperar, a nova versão se sai muito melhor em praticamente todos os aspectos. O único problema é que ninguém sabe exatamente quais parâmetros são esses, já que toda a imagem está em chinês.

Já o Geekbench citou a existência de duas versões do Galaxy S7, sendo uma delas com 3 GB de RAM e uma versão LTE com 4 GB.

No entanto, ainda há algumas questões que parecem não se encaixar. Exemplo disso é que a Samsung parece estar cada vez mais interessada em usar componentes próprios em seus dispositivos ao invés de equipamento de outras companhias. Basta olhar para o Galaxy Note 5 e o Galaxy S6 Edge Plus, que já trouxeram um processador Exynos 7. Além disso, ela anunciou o lançamento de um chip DRAM de 6 GB que certamente vai ser usado muito em breve.

Já a câmera...

Se a configuração geral do Galaxy S7 parece seguir numa evolução bem positiva, o mesmo não pode ser dito de sua câmera. De acordo com um benchmark revelado pelo site G for Games, os mesmos 16 megapixels vistos na geração passada devem se repetir no novo aparelho, assim como os 5 MP na parte frontal. Assim, se você espera mais qualidade para suas fotos, é melhor ir apostando em outras marcas.

E o que mais?

Por fim, há as possibilidades mais certeiras. O sistema operacional, por exemplo, deve ser o Android 6.0. Levando em conta que o Marshmallow deve chegar aos smartphones em breve, nem faz sentido imaginar o Galaxy S7 sendo lançado no ano que vem ainda com o Lollipop.

Android M

Outra novidade que deve ser muito comemorada é o retorno da entrada microSD, permitindo que os usuários aumentem o espaço de armazenamento do dispositivo. Como ele deve ser liberado em versões de 32 e 64 GB, a volta dessa expansão deve ser mais do que comemorada — visto que isso não está disponível no Galaxy S6.

Vale lembrar, no entanto, que tudo isso ainda é meramente especulativo. São pedaços de rumores que surgem aqui e ali e nos ajudam a ter uma visão do que deve vir por aí, mas sem qualquer indício que comprove sua veracidade. Assim como acontece todos os anos, a temporada de boatos já começou e não há nada melhor do que unir todas essas histórias em um só lugar para ter uma visão mais global do que vamos encontrar — ou não.

De qualquer forma, vale a pena ficar de olho. Se o anúncio do Galaxy S7 acontecer mesmo durante a MWC 2016, pode apostar que vamos ter mais uma enxurrada de novidades ao longo dos próximos meses e você confere tudo isso aqui no Canaltech.

Via: Pocket Lint, Newsis, Asia Today, Weibo, Geekbench

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.