O que a Salesforce tem a ensinar aos empreendedores

Por Stephanie Kohn | 26 de Outubro de 2017 às 17h48
Tudo sobre

Salesforce

“A gente não dava atenção aos nossos clientes.” Foi assim que Daniel Hoe, diretor de marketing da Salesforce para a América Latina, definiu a maior crise que a empresa de computação na nuvem já viveu.

Segundo ele, a Salesforce quase faliu por não escutar os seus clientes e só percebeu sua falha depois de identificar que 84% de seus consumidores abandonavam seus serviços em menos de um ano.

Para ele, atualmente os consumidores têm muito mais poder, informação e conhecimento. Sendo assim, atualmente para uma empresa ter melhor desempenho é necessário centrar-se no cliente. 

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Uma pesquisa da consultoria CEB mostrou que os compradores só entram em contato com a área de vendas de uma empresa depois que quase 60% do ciclo de compra já foi realizado. Isso significa que as áreas de vendas agora precisam adicionar muito mais benefício aos clientes, com informações valiosas, experiência simples e transparência de compra.

“O ideal é dividir a equipe de vendedores e de pessoas dedicadas apenas à prospecção. Hoje em dia a empresa tem que ter uma pessoa só para encontrar possíveis clientes e outra só para vende", sugere.

Outra solução encontrada pela empresa para voltar a crescer foi lançar ferramentas que os clientes pendem. Os pedidos mais votados pelos próprios usuários agora são desenvolvidos e incorporados às soluções da Salesforce. Para Hoe, essa é a melhor maneira de mostrar aos clientes que eles estão sendo ouvidos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.