Novos Galaxy Note7 também estão apresentando problemas de bateria

Por Redação | 24 de Setembro de 2016 às 21h21

A vida não está fácil para a Samsung. Depois de ter de desembolsar cerca de US$ 1 bilhão para viabilizar a troca dos Galaxy Note7 explosivos, relatos deste fim de semana dão conta que os novos aparelhos trocados continuam apresentando problemas.

As queixas vêm principalmente da Coreia do Sul, onde a empresa já está realizando a troca dos phablets desde o começo da semana. Só que o que era para solucionar de vez o problema acabou criando outro. Ao canal sul-coreana de TV YTN, vários usuários disseram que a bateria de seus novos aparelhos está superaquecendo e perdendo a carga muito rápido. Um deles, inclusive, disse que o smartphone está perdendo 1% de carga por segundo, independentemente de estar ligado na tomada ou não.

É bem verdade que a empresa limitou a carga do componente em 60%, mas isso não seria motivo para ele estar sendo drenado ou superaquecendo da forma que vem acontecendo. Tanto é que, na sexta-feira (23), a Samsung reconheceu que há problemas nos novos aparelhos.

Apesar disso, um porta-voz da empresa disse que se tratam de "casos isolados" relacionados a problemas da manufatura do smartphone que deveria ser premium. Segundo ele, "investigações detalhadas" já estão sendo conduzidas para identificar a natureza do problema, mas não esclareceu o que os afetados devem fazer em relação aos aparelhos.

Dadas as circunstâncias, aparentemente o recomendado é rezar para que eles não explodam de novo. Vai saber.

Via The Wall Street Journal, Android Authority

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.