Novo grupo de acionistas processa Toshiba por caso de escândalo contábil

Por Redação | 13.10.2016 às 12:14

Um grupo de 45 acionistas do conglomerado japonês Toshiba entrou com novas ações contra a companhia, pedindo pagamentos no valor de ¥ 16,65 bilhões (aproximadamente US$ 16 milhões) pelo "prejuízo provocado pelas irregularidades contábeis da empresa".

O grupo é formado majoritariamente por investidores institucionais estrangeiros da empresa, que se sentem prejudicados pelas fraudes eveladas pela Toshiba em 2015. O novo processo foi divulgado em um comunicado lançado pela Toshiba nesta quinta-feira (13) e se soma a outras quinze denúncias e pedidos de restituição enfrentados pela organização, avaliados em mais de US$ 14,7 milhões.

A Toshiba admitiu no ano passado que alterou seus resultados contábeis entre os anos de 2008 a 2014 e tenta se recuperar do dano desde então. No começo de setembro, a companhia anunciou a chegada de seu novo CEO, Satoshi Tsunakawa, um gestor veterano de mercado que é visto como um potencial impulsionador para os negócios da empresa.

Tsunakawa subsitiui o antigo CEO Hisao Tanaka, responsável por fraudar os números da empresa, aumentando lucros no papel para levar investidores a injetar mais dinheiro na companhia.

Fonte: Folha de S.Paulo