Nova tecnologia do Google quer acabar com os reflexos nas suas fotos

Por Redação | 06.08.2015 às 10:55
photo_camera Fine Dining Glovers

Pesquisadores do Google e do MIT estão trabalhando em uma maneira de acabar com o pesadelo de qualquer fotógrafo amador: as barreiras. Qualquer pessoa que já tentou tirar uma foto na frente de uma janela ou grade se decepcionou ao ver como esses obstáculos estragam a imagem final, mas pode ser que esse tipo de coisa se torne coisa do passado.

A nova tecnologia desenvolvida por essas equipes pretende remover automaticamente os efeitos de reflexo ou qualquer outra coisa que fique entre você e o seu objeto de interesse. Basicamente, trata-se de algo que vai deixar aquelas fotos tiradas da janela do avião ainda mais bonitas — mas não originais.

De acordo com um documento apresentado por alguns dos pesquisadores envolvidos no projeto, a novidade não engloba apenas fotografias, mas também vídeos feitos por qualquer smartphone. A ideia é englobar um algoritmo ao processo de captação de imagem para que a mágica aconteça sem que você precise se preocupar com nada.

Desnecessário dizer que isso vai praticamente reinventar a forma como usamos uma câmera, uma vez que evitar reflexos ou encontrar aquele ponto menos problemático deixa de ser uma dor de cabeça. Basicamente, o que o Google e o MIT querem é que cada vez mais tudo o que precisemos fazer seja tirar o celular do bolso e apertar um botão, sem qualquer outra preocupação.

E os exemplos citados de obstruções que podem ser retiradas não são poucos. Além do reflexo em superfícies transparentes, eles explicam que grades e pingos de chuva também podem ser removidos a partir da nova tecnologia.

Segundo os pesquisadores, o que o algoritmo faz é analisar a imagem original e supor o que é o objeto de interesse e o que está atrapalhando sua visualização completa. A partir disso, ele simplesmente separa uma da outra.

Em um dos exemplos apresentados, temos uma foto tirada por alguém em frente a uma janela e é possível ver o reflexo da blusa pelo vidro. No entanto, após a aplicação do novo recurso, vemos a imagem sem a obstrução e uma terceira isolando o conteúdo que estava sendo refletido.

Essa capacidade de dividir os dois objetos é um dos pontos que mais chama a atenção. Como brinca o TechCrunch, é algo equivalente àquilo que tanto vimos em séries como CSI, no qual os investigadores conseguiam descobrir detalhes de um assassinato analisando o reflexo do criminoso na foto de um parafuso.

E, por mais que o recurso apresentado esteja longe de ser tão meticuloso assim, o resultado é igualmente impressionante. Como o algoritmo é incapaz de saber qual das imagens você quer, ele oferece cada uma delas separadamente como garantia — e ambas em boa qualidade.

A má notícia é que, pelo menos por enquanto, ainda não há qualquer previsão de lançamento para essa tecnologia, o que faz com que ela continue sendo apenas exclusividade da ficção.

Via: TechCrunch