"Nova geração” do Skype traz Cortana e inteligência artificial [Build 2016]

Por Felipe Demartini | 30 de Março de 2016 às 14h55

Com o que chamou de “nova geração” do Skype, anunciada nesta quarta-feira (30) durante a Build 2016, a Microsoft quer que o usuário se conecte com o mundo, mas sem que isso implique em mais trabalho ou ações para ele. Para a empresa, isso se traduz em uma presença maior da Cortana, a assistente de voz do Windows, e também na conexão constante com negócios e marcas por meio da inteligência artificial.

Por meio de seu app universal, disponível para PC, smartphones, tablets, Xbox One e até mesmo o Hololens, a ideia é concentrar todas as tarefas no Skype e reduzir o número de aplicativos abertos e atividades simultâneas. Em uma apresentação ao vivo, por exemplo, quase todo o processo de marcação de uma viagem a Dublin, na Irlanda, foi feito por meio do aplicativo de mensagens, tudo com a ajuda da Cortana e de bots de atendimento.

Em uma janela de chat com a assistente de voz, por exemplo, é possível pedir que ela reserve toda uma semana para a ida ao país europeu. Reconhecendo contextos e a partir de outras informações de emails, conversas e apps, a Cortana seria capaz de saber que o usuário está indo a Dublin e deseja se hospedar em um determinado hotel, chamando o bot correspondente para a conversa e permitindo a reserva de quartos.

Skype bot

Tudo pode acontecer tanto por voz quanto por texto digitado. A Cortana também é capaz de vasculhar a lista de amigos e descobrir quais moram nas proximidades, e ainda sugerir que um contato seja feito, com mensagens pré-prontas e pleno suporte a recursos de ditado ou mensagens de voz ou vídeo.

O Skype também vai ganhar, em breve, suporte a um sistema de mensagens de vídeo, da mesma forma que já acontece hoje com áudio. Quase como em uma secretária eletrônica, será possível gravar clipes que são entregues a contatos que nem mesmo estejam online no momento, em vez de criar uma ligação direta que depende do atendimento do outro lado.

Mudanças dentro e fora do software

Claro, toda essa inovação em termos de robôs e inteligência artificial ainda está no campo da teoria, mas a Microsoft quer que ela se torne real o mais rapidamente possível. No palco do Build, a empresa anunciou um suporte avançado não apenas a bots de texto, mas também com versões em vídeo e áudio, permitindo que qualquer interessado desenvolva robôs de atendimento e interação, de forma a tornar o atendimento a clientes ou as atividades online mais rápidas e simples.

Caso a comunicação entre usuário e robô não seja entendida pela máquina, um assistente humano é rapidamente chamado para auxiliar nas tarefas, de forma a não gerar frustração ou erros na ação que está sendo realizada. Além disso, um sistema interno para desenvolvedores mostra de forma clara as mensagens que não foram compreendidas pelo bot e também facilita no "ensino" de novas expressões por meio da tecnologia de machine learning.

Como parte do Microsoft Bot Framework, por exemplo, uma pizzaria pode criar um sistema automatizado para entrega aos clientes, enquanto uma produtora de filmes pode contar com uma versão virtual de seus principais personagens, capazes de falar e interagir com os fãs por meio da internet. Tudo isso pode funcionar por meio do Skype ou em ferramentas próprias, e cabe a cada produtor de aplicativos criar o sistema da maneira que melhor lhe convir.

Sendo assim, claro, ainda não há uma data prevista para a chegada da tal nova geração do Skype. A Microsoft disse pretender trabalhar ao lado dos desenvolvedores para trazer as inovações ao público o mais rápido possível, e que updates serão liberados na medida em que as funcionalidades estiverem prontas para serem usadas.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.