Nova geração de Apple TV pode ficar até duas vezes mais cara

Por Redação | 31.08.2015 às 11:19

Quem esperava a aparição do Apple TV no último WWDC se decepcionou com o mais completo silêncio sobre o sistema. Porém, exatamente pelo fato de ninguém ter comentada nada sobre ele durante o evento é que as grandes expectativas residem sobre a apresentação que a Apple agendou para o próximo dia 9 de setembro. E, enquanto nenhum detalhe mais concreto sobre as novidades que estão a caminho aparece, a única informação que surge é que o sistema de TV pode ficar um pouco mais caro em sua nova versão.

Fontes ligadas à fabricante afirmaram ao site 9to5Mac que a próxima geração da Apple TV deve trazer um aumento no seu preço, o que certamente vai assustar aqueles que planejavam adquirir o novo produto. Segundo esse contato, ao invés dos tradicionais US$ 100 cobrados até agora, a nova versão deve chegar entre US$ 150 e US$ 200 — ou seja, entre R$ 550 e R$ 735 na cotação atual. Pelo visto, não é só o Brasil que está encarando uma alta nos preços.

As razões para esse aumento de até 100% é que, de acordo com o rumor, a quarta geração da Apple TV trará uma evolução significativa em seu hardware, apresentando uma configuração bem mais avançada do que vimos até aqui. Parte desse salto estaria também na chegada da Siri à plataforma de TV, uma integração há muito tempo pedida e que exigiu componentes mais poderosos para funcionar corretamente. Além disso, acredita-se também que o novo controle remoto com funções touch e gestuais também encareceram o produto.

E essa nova faixa de preço pode alterar significativamente o cenário atual do mercado — pelo menos lá fora. Isso porque, até então, tanto a Apple TV quanto seu principal concorrente, o Amazon Fire TV, custavam exatamente a mesma coisa e variavam apenas pelas funções adicionais apresentadas. No entanto, com esse novo panorama, a fabricante do Kindle acaba se tornando uma opção bem mais interessante aos consumidores que querem uma opção mais em conta.

Para compensar essa reviravolta, a fonte afirma que Apple vai continuar vendendo a terceira geração da Apple TV a um preço reduzido ao invés de simplesmente removê-la do mercado como fazia anteriormente. A ideia é exatamente aproveitar que o seu preço foi reduzido para US$ 70 para atrair o público que não se importa com novidades, mas com o tamanho do rombo no orçamento.

Além disso, com a entrada da empresa no segmento de streaming de TV quase certa, o contato do 9to5Mac afirma que a geração passada do sistema também vai ter suporte ao novo recurso, o que deve expandir um pouco mais o seu tempo de vida.

Já em relação a esse streaming, a aposta é que a mensalidade gire em torno dos US$ 40 — cerca de R$ 147 na cotação atual. No entanto, ninguém sabe ao certo até que ponto isso é real e não há qualquer previsão para o lançamento, o que deve empurrar toda essa questão somente para o ano que vem.

Já em relação ao Brasil, como é de se esperar, nada foi comentado. Com o novo Apple TV sendo possivelmente anunciado na semana que vem, é apenas uma questão de tempo até que as informações sobre seu lançamento nacional apareçam. No entanto, com o dólar em constante disparada, pode ir preparando seu bolso caso esteja interessado nessa nova geração.

Via: 9to5Mac, Digital Trends