Nokia revela que pretende retornar ao mercado de smartphones

Por Redação | 18 de Junho de 2015 às 18h35

A Nokia já ocupou o lugar de maior fabricante de telefones celulares do mundo, mas atualmente está apenas assistindo aos grandes lançamentos do setor. Porém, essa fase pode acabar em breve, uma vez que a empresa afirmou estar planejando um retorno ao mercado de dispositivos móveis.

Em 2014, a finlandesa vendeu a sua divisão de telefonia para a Microsoft, e agora deseja voltar a projetar aparelhos assim que o seu contrato com a empresa de Bill Gates permitir tal ação. "Vamos procurar parceiros adequados. A Microsoft fabrica telefones móveis. Nós iríamos simplesmente desenvolvê-los e então disponibilizaríamos a marca para licenças", disse o CEO da Nokia, Rajeev Suri, em entrevista à alemã Manager Magazin.

Devido ao seu contrato com a Microsoft, a Nokia está impedida de utilizar sua marca em telefones até o quarto trimestre de 2016. A opção por licenciar o nome da marca segue a linha de trabalho utilizada no se tablet N1, que roda Android.

Os planos da finlandesa para voltar ao mercado de smartphones surgem apenas um dia após a Microsoft revelar que o ex-CEO da Nokia, Stephen Elop, está deixando a empresa. Elop atuava como diretor da divisão de dispositivos e serviços da companhia. O movimento faz parte, na realidade, de uma série de mudanças maiores, que prevê a união dos segmentos de hardware e software em um único grupo, que se chamará “Windows e Dispositivos”.

Muitos analistas esperam que a Microsoft amortize o total ou parte dos US$ 7,2 bilhões que pagou pela divisão de celulares da Nokia, um negócio que fez a empresa de Redmond perder dinheiro e ficar com apenas 3% do mercado de smartphones.

Fonte: Reuters
Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.